Resenha livro o espirito das leis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1497 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O Livro conceitua as normas legais no sentido comum, ou consistir em relações necessárias que brotam da natureza das coisas, e frequenta alocando o modelo das divindades em que diz que tem suas leis como os homens tem suas leis e a natureza também tem suas leis.
As leis se equiparam as semelhanças existentes em diferentes indivíduos. Por exemplo, da natureza, e que essa remete ao criador, ohomem no estado natural que buscava a sua conservação de sua vida antes de procurar sua origem.
Seguindo, o autor aborda sobre as leis positivas quando os homens se agrupam em sociedade e aparece o estado de guerra, e com isso surge o estabelecimento de leis entre os homens, e que surge o Direito das Gentes seguido por outras leis que controlam as relações existentes entre a sociedade que é oexemplo do direito político e dentro desse direito político desses cidadãos têm o direito civil etc..
O autor conceitua e diferencia três espécies de governo são elas a republica, a monarquia e o despotismo, dentre os quais enfatiza a democracia. Posteriormente a discussão sobre os principios dos três governos, o autor tras a tona os principios norteadores das ações desses governos ante-elencados. Einicia falando das republicas que em algumas o povo todo, ou certas famílias têm o poder dominador, todavia exercendo segundo as leis constituídas. Fala novamente sobre a importancia da democracia, coneitua que na aristogracia também se faz necessário ela, porém para a monarquia o principio não funciona. Comenta também que as monarquias tem seus pontos positivos e são honradas.

O livro diz queas primitivas leis que todo ser humano recebe na sua existência é a educação, elas aparelham todos os indivíduos para serem cidadãos, e cada família deve ser administrada em razão da sociedade onde estão inseridos, por isso cada forma de governo deve educar seus cidadãos de acordo com os seus princípios.
O livro o objetiva e expõe também, que princípios os legisladores devem adotar aosobrepor as leis nas sociedades, enfatizando a igualdade na aplicação de leis.Em seguida é abordado sobre as leis civis na monarquia. Já entre a república e o despotismo todos os cidadãos são iguais a diferença que nos primeiros eles são tudo e no segundo eles são nada.
Em continuação o livro traz o tópico sobre a corrupção de cada estado enfatizando que ela inicia sempre pela corrupção dos princípios,e analiza a democracia e diz que essa se adultera não exclusivamente quando abafa o principio da igualdade, mas ainda quando aceita o espírito da igualdade ao extremo, quando estes almejam serem iguais aqueles que o governam, o autor ainda comenta que a democracia tem dois excessos que precisam ser evitado sendo eles a desigualdade que leva a aristocracia, e a igualdade extrema que leva aodespotismo.
A segurança dos três tipos de governo é tambem abordada, e emiuçada nesta obra de Montesquieu, como ela é interpretada e como deve ser feita fazendo ligação das leis e a força ofensiva que segundo ele é regulada pelo direito das gentes o qual a lei política das nações estabelece o relacionamento entre si. Traz os pontos de como deve ser uma conquista e de como deve se portar o Estado apóster conseguido novas terras.
O livro também traz a distinção entre as leis que compõem a liberdade política frente a constituição, e aqueles que cultivam em relação ao cidadão. Faz uma meditação sobre o vocábulo liberdade que tem vários significados, sendo uma pode ser a facilidade de remover um tirano do poder, outra é a faculdade de eleger a quem deveriam obedecer, direito de usar armas, deusar a agressão, ou serem conduzidos por um só homem de sua nação pelas suas próprias normas. Logo depois diz que cada povo habitua determinar a liberdade de concerto com os seus costumes e afeições, e depois vai demarcar o seu conceito de liberdade política que não incide em se fazer aquilo que quer, mas é o direito de fazer tudo aquilo que as leis facultam.
Após ter ajustado sobre a liberdade...
tracking img