Resenha livro caminhando na chuva de charles kiefer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (265 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Charles Kiefer é um famoso autor gaúcho (seja lá o que isso significa) que eu conheci há pouco tempo, mais uma vez por leituras da faculdade.

Comecei a lerCaminhando na Chuva um pouco desconfiado. Um livrinho fininho, com uma capa feinha e que me passava a impressão de um tema poético-filosófico dos mais chatos.Me enganei.

Kiefer produz uma narrativa que faz lembrar o consagrado O Apanhador no Campo de Centeio, de J.D Salinger. Um adolescente, estudante doequivalente ao nosso ensino médio na década de 70, conta sobre seu cotidiano em meio ao Regime Militar. Sua pobreza, seus amores, seus sonhos, medos e desilusões.Caminhar na chuva é sua grande felicidade, é assim que se diferencia dos outros, é assim que limpa sua alma.

Sublinhei metade do livro. Eu encontrava frasesde impacto em todas as páginas, talvez tenha sido exatamente isso que tenha feito eu gostar do livro de uma forma tão diferente em relação aos demais. Asmelhores frases:

E também porque foi mais ou menos nessa época que comecei a ler a Bíblia, principalmente os evangelhos, e estava impregnado da filosofia deJesus, aquela coisa de perdoar setenta vezes sete.

Mas, por ser pobre, por não ter o que os outros tinham, passei a ter mais que os que tinham tudo. Cultura éuma forma de status.

E por maior que fosse o amor, as diferenças eram muitas, e mais fortes.

Quem sabe chorar também sabe explodir de alegria.

… aliteratura ia perder quem sabe um grande escritor, mas a vida ganharia um homem feliz.

Os pais são uns chatos, uns idiotas, uns mortos-vivos, insensíveis.
tracking img