Resenha hepatite

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1579 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1764

RESENHAS BOOK REVIEWS

1.

2.

3.

4.

Laquer T. Inventando o sexo: corpo e gênero dos gregos a Freud. Rio de Janeiro: Relume-Dumará; 2001. Aran M. Os destinos da diferença sexual na cultura contemporânea. Revista Estudos Feministas 2003; 11:399-422. Stepan NL. A hora da eugenia: raça, gênero e nação na América Latina. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz; 2005. Ordover N. Americaneugenics: race, queer anatomy, and the science of nationalism. Minneapolis: Minnesota University Press; 2003.

HEPATITE C: ASPECTOS CRÍTICOS DE UMA EPIDEMIA SILENCIOSA. Teixeira R, Martins Filho OA, Oliveira GC. Belo Horizonte: COOPMED/Rio de Janeiro: Editora Fiocruz; 2005. 212 pp.
ISBN: 85-85002-80-0

Identificado apenas em 1989, o vírus da hepatite C representa um dos mais relevantesproblemas de saúde pública nos dias atuais. O desenvolvimento de técnicas laboratoriais que permitem o seu diagnóstico, disponíveis desde 1992, tornou possível estimar em cerca de 170 a 200 milhões de infectados em todo o mundo. Duas características da sua história natural conferem à hepatite C uma enorme importância médico-sanitária: o longo período em que a infecção permanece completamenteassintomática, fazendo com que o indivíduo não tome conhecimento dela e, portanto, não procure atenção especializada, e a sua capacidade de se tornar crônica em até 85% dos infectados, elevando o risco de desenvolvimento de complicações graves, como cirrose hepática e câncer de fígado. Não sem razão, a hepatite C vem sendo apontada como a mais importante pandemia desse início de século 21, sendo responsável jápela maioria dos casos de transplantes de fígado em inúmeros países. A despeito de toda essa importância, persiste ainda um considerável grau de desconhecimento acerca dessa moléstia, tanto entre a população geral, como, até mesmo, entre profissionais da saúde. Nesse contexto, são muito bem-vindos os textos que detalhem a doença e procurem esclarecer os seus múltiplos aspectos, contribuindo paradisseminar conhecimentos úteis à sua prevenção e à redução dos seus danos. É exatamente esse o papel desempenhado pela excelente obra intitulada Hepatite C: Aspectos Críticos de uma Epidemia Silenciosa. De autoria de Rosângela Teixeira, da Universidade Federal de Minas Gerais, e de Olindo Assis Martins Filho e Guilherme Corrêa de Oliveira, ambos do Centro de Pesquisas René Rachou, a obra congregaa participação de 31 profissionais de diferentes áreas do conhecimento, resultando na mais abrangente revisão sobre a hepatite C já publicada em língua portuguesa. Composto por 18 capítulos, o livro se inicia por uma revisão de aspectos epidemiológicos da doença e dos seus impactos na saúde pública. Nessa parte, enfatiza-se o contato com sangue contaminado como o grande fator implicado natransmissão e se destaca a existência de grupos preferenciais de risco, representados pelos usuários de drogas injetáveis, hemofílicos, indivíduos infectados pelo HIV, pacientes em hemodiálise, população encarcerada, vítimas de

acidentes perfuro-cortantes e recipientes de sangue e hemoderivados. Ainda no que diz respeito aos aspectos epidemiológicos, um capítulo inteiro é dedicado à questão da hepatiteC em odontologia, no qual se chama a atenção para o risco mais elevado a que estão sujeitos os profissionais dessa área. O capítulo relativo aos métodos moleculares aplicados ao diagnóstico da doença faz uma breve revisão da estrutura do genoma do vírus hepatite C e detalha os procedimentos e vantagens das técnicas qualitativas, quantitativas e de genotipagem. O processo de fibrose hepática éabordado em dois capítulos. No primeiro deles, descrevem-se as suas alterações morfológicas e funcionais, discutem-se os papéis representados pela ativação das células hepáticas estreladas, pelo sistema imune e pelo sistema renina-angiotensina na gênese do processo e tecemse considerações sobre as possibilidades atuais e futuras do tratamento antifibrótico. No segundo, abordam-se os aspectos...
tracking img