Resenha - gerhard schoenberner

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1056 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Qual o caráter do texto?


Trata-se do Primeiro capítulo da obra “A Estrela Amarela – A Perseguição dos Judeus na Europa (1933 – 1945)” de Gerhard Schoenberner intitulado “Na Alemanha de Hitler” que foi publicada em 1994.


1. Qual a idéia central do texto?


• A principal abordagem feita por Schoenberner no presente excerto gira em torno da questão do anti-semitismo e daspolíticas e práticas adotadas pelos nazistas.


• É interessante notar que o recorte histórico proposto pelo autor deixa claro que seu estudo estará calcado a partir de 1933, momento marcado pela ascensão política do NSDAP e de Adolf Hitler como Chanceler alemão.

• Dessa forma, estaremos aqui tratando de um anti-semitismo e de práticas e ações sociais contra os judeus quepartem da oficialidade do partido nazista.

2. Qual é a estrutura do texto?

• O texto se inicia com uma breve intervenção do autor, na qual ele promove uma rápida contextualização e expõe de forma sucinta as medidas, os decretos e as ações anti-semitas adotadas entre os anos de 1933 – 1939.
• É interessante ressaltar que essa breve introdução traz uma visão holística ecronológica dos fatos que levaram a uma progressiva radicalização das medidas adotadas.
• Em seguida, o texto se estrutura a partir de uma série de documentos oficiais e extra-oficiais que foram produzidos no período histórico analisado. São eles:

1. “Uma redação escolar” de Janeiro de 1935 publicada pelo jornal Der
Stürmer.
2. “As Leis deNuremberg” – Lei de Cidadania do Reich e Lei para a
proteção do sangue alemão e da honra alemã de 1935.
3. “E seu comentário”
4. “Uma carta ao leitor” de Janeiro de 1935
5. “A noite de cristal do Reich”
6. Série de fotografias e de curtas citações

4. Os detalhes das diferentes partes:

• O primeiro passo do autor notexto é de expor o papel desempenhado pelo anti-semitismo e pelo anticomunismo na conquista das massas alemãs que se encontravam desorientadas politicamente.
• A partir de 1933, com a ascensão de Hitler ao poder iniciam-se a repressão a todas as opiniões divergentes.
• Incêndio no Reichstag ( desencadeamento das prisões aos comunistas, social-democratas e aos judeus.
• Eclodementão as primeiras denuncias na imprensa estrangeira acerca das medidas de repressão adotas por Hitler.
• Reação ( Terrorismo mais acirrado (medida de defesa contra a calúnia da imprensa estrangeira).
• Boicote aos judeus (médicos, advogados e comerciantes) promovido inicialmente pela S.A.
• O boicote logo se estende para todas as áreas da vida intelectual ( perseguição,proibição e queima de livros da intelectualidade judaica ou de oposição.
• Proibição dos partidos políticos e dos sindicatos (“Qualquer adversário de Hitler era judeu ou servo dos judeus”)
• Legitimação – “As leis que legitimam o terrorismo obedecem ao terrorismo selvagem que as precedeu”.
• Leis de Nuremberg (1935) – Lei da Cidadania e a Lei Medieval (proteção do sangue).• 1938 – Intensificação das medidas anti-semitas: Queima de sinagogas, perseguições, saques e “arianização” dos bens judaicos.

*** Uma redação escolar ***

• Redação: “Os judeus são a nossa desgraça”
• O texto produzido pela menina Erna Listing é publicado no jornal Der Stürmer em Janeiro de 1935.
• Culpa os judeus por crimes absurdos, demonizando-os por sua raçamestiça (O branco é de Deus e o preto é de Deus. O mestiço, porém, é do Diabo).
• “Eles também vêem em nós a besta, e nos tratam como tal. Roubam-nos dinheiro e bens com toda astúcia”
• “Daí chegou Adolf Hitler. Agora os judeus estão no exterior nos difamam [...] Não compramos dos judeus. Cada pfennig que lhes damos mata um de nossos parentes”.


*** As Leis de Nuremberg...
tracking img