Resenha filme os deuses devem estar loucos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1635 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Albertina Veigas



PRÁTICA





Centro Universitário Claretiano

Nome do Curso: Filosofia EAD

Nome da Disciplina: Sociologia da Educação





POLO São Paulo
Ano: 2012





















PRÁTICA
LEVANTAMENTO DE REFERÊNCIAS
REALIZAÇÃODE LEITURAS COMPREENSIVAS
ELABORAÇÃO DOS RELATÓRIOS DE LEITURAS COMPREENSIVAS
A EDUCAÇÃO, A SOCIALIZAÇÃO E A CULTURA COMO PROCESSOS SOCIAIS

RESENHA DO FILME
OS DEUSES DEVEM ESTAR LOUCOS
O filme foi lançado em 1980 escrito e dirigido por Jamie Uys, narra a história de Xixo,um bosquímano do Kalahari, protagonizado por Nixau, um fazendeiro Nambiniano, ele fazia parte de uma tribo que nãoconhecia o mundo além dos seus territórios.
Certo dia, um avião sobrevoando o território de Kalahariano, o piloto joga uma garrafa de coca-cola, que atingindo em cheio a cabeça de uma criança nativa produzindo um alvoroço e abalando todos da tribo.
Eles interpretaram como um presente dos deuses, pois jamais haviam visto algo como aquele, e perceberam que se tratava de algo diferente, mas esseacontecido provocou muita confusão e conflitos na tribo, pois havia apenas, uma garraga, não daria para dividir com todos, e perceberam que quele artefato trouxe tristeza, sentimentos contrários entre eles, era preciso resgatar novamente a paz entre todos, eles então, dedidiram o que fazer com a garrafa, jogá-la fora do mundo.
Xi um menbro da tribo, se oferece para missão, então partiu levando-aconsigo, foi então que ele se dá conta que fora da sua tribo existiam pessoas totalmente diferente deles, que eram a civilição ocidental, ele percebe um mundo novo aos seus olhos.
Xi sente fome, na sua inocência resolve matar um animal, não sabia das leis humanas, da idéia de propriedade privada, ele julgava que tudo era de todos, pois assim sempre vivera, na natureza tudo era do homem e todos autilizavam conforme suas necessidades. Ele é preso, acusado, e julgado e declarado culpado no tribunal, um choque entre duas culturas, a selvagem e a civilizada, tão contrárias e as vezes desumanas, levando em conta a sua ignorância perante a lei dos ditos civilizados, e como no seu entendimento que sempre viveu livre, agora preso entre quatro paredes por ter saciado sua fome.
Xi ganha sua liberdade esegue sua caminhada, nesss empreitada encontra um lugar chamado Janela dos Deuses, e a chamou de Transvaal Oriental, ficava na África do Sul, (hoje Mpumalanga) então ele joga a garrafa, é uma região que está sempre coberta de nuvens que encobre a paisagem.
CONCLUSÃO
O que podemos obsevar que são duas relidades sociais distintas, o comportamento urbano acelerado nos remete a ter uma visão demundo diferente do homem que vive isolad. Na civilição temos diversos tipos de culturas, de comportamentos e suas diversas especificidades, não analizamos o tempo da mesma forma que uma pessoa que vive isolada, para eles não há preocupações com relógio, com o tempo, suas socializações se limitam a sua tribo, as suas necessidades, as convivências precisam ser harmonizadas para que haja paz entretodos, eles obedecem regras para boa convivência entre todos, e percebemos que no filme houve essa preocupação, melhor devolver a garrafa, do que ela ser motivo de desavenças, já na civilização precensiamos o contrário, o homem quer sempre possuir, e ser senhor da situação, o civilizado é egoísta, equando o selvagem é solidário aos seus, o que difere do homem civilizado que precisa de leis rígidas paraharmonia de todos, e mesmo assim, há muitos conflitos e desobediência delas.
O filme nos faz refletir sobre a experiência do homem nativo em contato com o homem urbano, e nos perguntamos que valores estamos cultivando em nossas vidas, a inocência de um nativo e a experiência de um homem civilizado que construiu sua educação em um leque imenso de conhecimento na interação com diferentes...
tracking img