Os deuses devem estar loucos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1192 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ANÁLISE

FILME: OS DEUSES DEVEM ESTAR LOUCOS
(THE GODS MUST BE CRAZY, 1981)

Podendo ser erroneamente considerado apenas uma comédia a la Sessão da Tarde, o filme “Os deuses devem estar loucos I” (Fig. 1), quando estudado criticamente, propicia vasto material de reflexão no que diz respeito à cultura, sociedades, etnocentrismo e tantas outras questões.
Logo no início do filme, somosapresentados aos bosquímanos, uma tribo nômade do deserto do Kalahari – em Botswana, localizado na África do Sul –, que vive isolada e ignora a presença de outros povos para além deles. Uma vez mostrada a rotina deles, é visível que são um povo pacato, amável e, num julgamento antecipado, até mesmo ingênuo.
Em sequência é mostrado também nossa sociedade, a civilização, com todo seu avanço técnológico,tempo cada vez mais curto e a adequação do espaço à humanidade, não o contrário, como se vê na tribo bosquímade.
Passadas as apresentações, a narrativa do filme tem início quando um homem – ironicamente, “civilizado” – joga de um avião que sobrevoa o Kalahari a garrafa vazia da Coca Cola que acabou de tomar. Essa garrafa é encontrada por Xi (a simpática figura da capa), que curioso, a leva paraa tribo.
A tribo inicialmente se encontra maravilhada com a garrafa, visto que ela é redonda e resistente, ideal para utilização como ferramenta em diversas tarefas. Foi lovo considerara um presente dos deuses. Porém, todos queriam usar a garrafa, e isso foi criando um sentimento de posse, egoísmo e consequente violência, raiva, ciúmes nunca antes vistos pela tribo. O objeto foi então consideradouma “coisa maligna”, nome dado pelos próprios integrantes da tribo.
Xi vê-se na obrigação de se livrar do objeto e para isso começa seu percurso até o fim do mundo, onde pretende jogar a garrafa e ver-se livre daquela “coisa maligna”. É exatamente nesse percurso de Xi que temos os mais interessantes desdobramentos da história.
Podemos aqui abordar um primeiro assunto, esse relacionado aodesign. Quando o designer fez a embalagem da Coca-Cola e seu logotipo, ambos foram feitos para serem inseridos numa sociedade determinada, ela foi pensada e projetada para atender à essa sociedade. É visivel aqui que o trabalho do designer em nada influi quando o receptor não possui referências culturais do produto que tem em mãos. Isso pode ser observado no fato de Xi e sua tribo não terem idéia daserventia da garrafa e justamente por isso utiliza-la “erroneamente”. Essa consideração é de suma importância para nossa profissão, justamente por isso são feitas pesquisas acerca do publico receptor do nosso projeto e por isso também o design possui caráter projetual.
Outro fato óbvio é o uso justamente da Coca-Cola como objeto estranho. Para Xi o símbolo da Coca-Cola pouco importa, assim como oformato da garrafa, que é essencial para ele e sua tribo somente por sua utilidade. Porém, para a grande parte dos expectadores, o filme se faz entender através do uso da Coca-Cola como símbolo. Simbolo esse que caracteriza o capitalismo e, por conseguinte, nossa sociedade “civilizada”. Qualquer pessoa de nossa cultura é capaz de entender perfeitamente o impacto que o logotipo e até mesmo o formatocaracterístico da garrafa possuem. O uso da Coca-Cola é, sem dúvidas, uma forma velada de criticar nossa sociedade.
Continuando a análise, vemos que durante a trajetória de Xi ele topa ainda com outros objetos estranhos, que acha curioso, e os entende à sua maneira, por exemplo, considerando um automóvel como um animal estranho, etc. Nesse ponto, é de valia lembrar que, segundo Ruth Benedict, acultura é como uma lente através da qual o homem vê o mundo, sendo assim, indivíduos de diferentes culturas veem o mundo sob diferentes lentes. A maneira que Xi vê as modernidades de nossa sociedade nada mais é que o resultado da lente pela qual Xi vê o mundo.
O principal aqui, porém, são as outras pessoas de culturas completamente diferentes da dele que ele encontra pelo caminho. Nesses...
tracking img