Resenha do livro primavera silenciosa, de rachel carlson

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1241 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Primavera Silenciosa
Rachel Carson

Daniel Castro - Universidade de Brasília
Departamento de Engenharia Florestal

-------------------------------------------------

Contexto histórico

Publicado em Setembro de 1962, em linguagem simples e com riqueza de fontes e detalhes sobre os mais variados fatos referentes ao tema, o livro Primavera Silenciosa (Silent Spring, Houghton MifflinPress), escrito pela zoóloga e bióloga Rachel Carson (1907 – 1964) é uma rica denúncia pública à utilização indiscriminada de defensivos agrícolas organoclorados e à posição inerte de órgãos e agências governamentais estadunidenses frente a constantes e numerosas comprovações de seus malefícios a saúde humana e ecológica.

Já reconhecida anteriormente por trabalhos como O Mar que nos Cerca (The SeaAround Us, 1951, Oxford University Press), Rachel Carson é tida como a principal iniciador do movimento Ambientalista e o presente livro, como o agregador de conhecimento tido como o estopim para a preocupação com a necessidade de alteração dos métodos atuais de uso de pesticidas.


A Utilização Indiscriminada dos Defensivos Agrícolas

O livro é, antes de mais nada, uma denúncia ao intensivouso dos mais variados defensivos agrícolas. Principalmente os hidrocarbonetos cloretados e os organofosfatados tem diversos casos relatados de intoxicação sobre a fauna atingida direta ou indiretamente por sua aplicação. Os efeitos sobre o organismo humano também é exaustivamente discorrido e são apresentados casos que, ainda sem a comprovação do nexo causal entre a manipulação dos compostos,relataram sintomas e numerosas mortes pelo contato direto ou indireto com estes materiais.
O inexplicável sumiço e morte de diversos animais, nos mais diversos habitats e com semelhança entre relatos de moradores locais começa a traçar uma rede de causa/efeito que se estende por todo os Estados Unidos do fim da década de 50. Segundo registros, diversas populações selvagens e domésticas eramencontradas mortas pouco depois de ocorrerem pulverizações em campos próximos, ou após um programa público de erradicação de pestes. Com esse background tenebroso e misterioso, inicia-se o livro, que vai pouco a pouco realizando as conexões entre os fatos e a causa mortis generalizada.


A Ameaça a Natureza e ao Homem

A necessidade de um controle das pragas que atingem as plantações, criações deanimais e até mesmo o paisagismo urbano é reconhecida, assim como sua indispensável necessidade para a efetivação de planos de aumento de produção e tecnologia no campo. A origem de compostos como o DDT, Aldrin e Dieldrin é traçada e a destruição e contaminação é rastreada desde Plantas Industriais a anos após sua utilização. Um destes compostos, mais especificamente a tetraclorodibenzodioxina - adioxina – é um dos produtos químicos mais perigosos do mundo, o famoso Agente Laranja. Este é responsável por incontáveis casos de câncer em veteranos no Vietnã, onde era utilizado para revelar a posição de oponentes do exército americano, que utilizavam a densa floresta tropical para se esconder.

Os levantamentos realizados pela cientista apontaram que grande parte dos alimentos comercializadosnos EUA possuía traços de hidrocarbonetos cloretados, como conseqüência inevitável de uma pulverização quase universal nas plantações americanas. Além de os índices restritivos emitidos pelas agências de administração de alimentos e drogas (FDA) serem de praticidade duvidosa, foram explorados diversos estudos e análises que constataram a capacidade destes compostos de serem acumulativos em tecidoanimal e translocáveis pela alimentação. A estocagem realizada nas células de gordura animal maximizaria o poder intoxicante quando uma dieta restritiva demanda do corpo suas reservas.

O câncer, assim como paralisia, dor nas articulações e irritações são os sintomas mais aparentes e gerais da contaminação por defensivos em humanos. As mortes causadas em animais também seguem um padrão, com...
tracking img