Resenha de semana de arte moderna

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2001 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
REZENDE, Neide Luzia de. Coleção Princípios - A Semana de Arte Moderna. São Paulo: Ática, 1993. . 80 p. ISBN 85-08-04291-4.

Resenha

A obra A semana de Arte Moderna, faz parte do volume 226 da Série Princípios da Editora Ática, a mesma foi publicada no ano de 1993 e possui 80 páginas. Foi escrita pela professora de Literatura Neide Luzia de Rezende que possui graduação em Letras pelaUniversidade de São Paulo (1985), mestrado em Letras (Teoria Literária e Literatura Comparada) pela Universidade de São Paulo (1993) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2003). Atualmente é professor doutor da Universidade de São Paulo.
No capítulo introdutório, a autora faz um breve percurso histórico para demonstrar a importância da semana de arte moderna e sua influência.Apresenta a trajetória do movimento modernista, como também os momentos pelos quais o Modernismo brasileiro passou para que pudesse conquistar sua emancipação artística.
Com isso, entende-se que a história do movimento vai sendo construída partindo de novos depoimentos, de crônicas e críticas de intelectuais e artistas que continuavam vivos e participantes na vida cultural do país. Percebe-se então,que tanto os que aderiram ao movimento como os que se opuseram a ele, foram responsáveis na construção dessa história.
Rezende mostra que o processo inicial da semana foi desenvolvido cinco anos antes de sua eclosão. Nesse período o caminho foi sendo aberto e as bases para a arte do futuro foram sendo lançadas. Nessa perspectiva, percebe-se que a Semana de Arte Moderna atualmente pode sertraduzida em tudo o que se fez imediatamente antes e nos dez primeiros anos seguintes a fevereiro de 1922, exprimindo simbolicamente o movimento modernista.
O capítulo 2, intitulado Os antecedentes da Semana de Arte Moderna é um dos mais densos por conter muitas informações indispensáveis sobre a Semana, inicialmente serão mencionados episódios anedóticos e versões pitorescas acerca dos acontecimentosque marcaram aqueles anos e que serão essenciais para uma pesquisa sobre a Semana.
A autora aponta diferentes versões a respeito da trajetória participativa de várias pessoas influentes no círculo modernista como, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, o “comandante-chefe” da Semana, Graça Aranha. Os protagonistas do evento Oswald e Mário de Andrade apresentam uma espécie de balanço em forma detexto relatando visões um tanto discrepantes em torno de primazias sobre o espaço na “pré-história” do movimento. Faz-se uma ressalva a respeito da participação do comandante-chefe Graça aranha e das várias versões em torno das reais motivações da presença ilustre do tão disputado personagem. Com isso, Rezende frisa sobre a necessidade de se fazer uma seleção e olhar com resevas para tais versõesdentro de uma perspectiva histórica.
Ainda no capítulo, a autora descreve a insistência de Mário de Andrade em apontar fatos considerados como os reais antecedentes que contribuíram para a aglutinação dos insatisfeitos com a arte praticada no país, não incluindo nesse caso, manifestações isoladas, como, a mostra de pintura expressionista de Lasar Segall e a pintura de Anita Malfatti.
O anoconsiderado de suma importância para a história do modernismo será 1917, isso por que, houve fatos crucias que marcaram essa época como: a aproximação afetiva e intelectual dos dois escritores que deram forma, impulso e ideias à Semana-Mário e Oswald de Andrade, bem como, a exposição de Anita Malfatti e a repercussão de sua arte para o movimento. A amizade entre Mário e Oswald que também contribuiupara grandes colaborações intelectuais, porém, ambos se desentenderam e a separação ocorreu em 1929, desde então, nunca mais os dois se falaram.
A exposição de Anita Malfatti ocorreu em dezembro do mesmo ano, configurando-se um evento símbolo para o movimento. Diante do acontecimento, surgiram críticas ferrenhas em torno dos trabalhos apresentados pela artista, por haver uma marcada tendência...
tracking img