Resenha critica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1044 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Super Profissional
Acessado em: http://carreiraenegocios.uol.com.br/gestao-motivacao/18/artigo159950-2.asp
Técnica desenvolvida por psicoterapeuta americano age no cérebro, estimulando a criatividade e melhorando o desempenho das funções
Por Sílvia Dalpicolo
||
| |
|[pic] |

Você pode não ser um workaholic, ou até mesmo pode não colocar o trabalho em primeiro lugar na lista de prioridades de sua vida, mas comcerteza quer ser um profissional realizado e bem-sucedido. Hoje, com a cobrança cada vez maior das empresas, todos querem estar alinhados às suas propostas. Além de todas as palestras motivacionais e cursos de como ser cada vez mais pró-ativo, já é possível fazer um upgrade profissional com uma técnica chamada Brainspotting (ou simplesmente a sigla BSP), uma ferramenta neurobiológica que promoveotimização do tempo e mais produtividade no trabalho.
Ela foi desenvolvida no começo do século pelo psicoterapeuta americano Ph. D., David Grand, que a define como “uma nova forma de terapia de reprocessamento psicofisiológico”. O nome vem da área do cérebro ativada durante o tratamento, o brainspot (“ponto do cérebro”, em inglês), local que mapeia continuamente nossos sistemas, órgãos e tecidos,inclusive o próprio cérebro para verificar o que está ou não em ordem e estimular equilíbrio, adaptação e criatividade.
Corpo são, mente sã

A técnica está em amplo uso também no Brasil. E uma das especialistas na técnica é a psicóloga Giovanna Tessaro, que explica como ela é aplicada. Ao acessar o brainspot, identificam-se reflexos do corpo que sinalizam as regiões que precisam de ajuste. Ossistemas de processamento do cérebro são estimulados para que eles sejam corrigidos. Com isso, ocorre o aumento da criatividade, no qual o corpo pode desempenhar melhor suas funções.
“Com o tratamento, por mais que o paciente não tenha ideia da causa do seu baixo desempenho, seus bloqueios ou desordens emocionais, o corpo rastreia e resolve. E são essas mudanças que trarão as melhorias no campo dasideias, emoções e atitudes”, aponta Giovanna.
Um exemplo de virada positiva nestes aspectos é o da farmacêutica Érika*. Ela relata que antes de iniciar o Brainspotting era insegura em relação às suas decisões na empresa e costumava se questionar muito quando algo não dava certo ou demorava a tomar certas decisões importantes. “Após o tratamento, comecei a sentir mais confiança nas minhasatitudes. Tornei-me uma pessoa mais objetiva e com mais confiança na empresa, comecei a ousar mais na minha postura e assim a passar mais credibilidade às minhas subordinadas”, comemora.
Upgrade no desempenho
Durante as sessões, a psicóloga ainda alia a técnica com outros estímulos, como o uso do tato e olfato. Esse trabalho, segundo Giovanna, torna o processo ainda mais profundo por otimizar acomunicação entre os dois hemisférios do cérebro. “É preciso conhecer as principais queixas do paciente e os objetivos que quer atingir, além de dados sobre seu histórico. Em cada sessão é trabalhada uma necessidade de melhoria”, relata.
Todo este processo age no desempenho de todas as atividades realizadas diariamente. O profissional pode sentir melhoras em situações nas relações interpessoais, manejode grande volume de informações, administração de mudanças bruscas e crises, além de questões específicas, como aprendizado de idiomas, liderança, agilidade e controle do estresse.
Este último foi o principal problema trabalhado no caso do médico e militar Diego*. Ele conta que sempre foi bem-sucedido e disposto a encarar desafios, porém, sempre junto a uma grande carga de estresse. “A...
tracking img