Resenha acidentes do traballho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1168 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ACIDENTES DO TRABALHO: EVOLUINDO DO MODELO DE CAUSALIDADE CENTRADA NO INDIVÍDUO PARA O MODELO DE CULTURA ORGANIZACIONAL

As causas dos acidentes de trabalho têm sido explicadas com bases em modelos de culpabilidade ou falhas dos trabalhadores durante a execução de suas tarefas. Esses modelos têm suas raízes na abordagem clássica da Administração. Essa visão favoreceu o aparecimento de duasteorias psicológicas para a explicação das causas dos acidentes: a teoria da propensão de certos indivíduos e a teoria da fadiga. Essas teorias negam estar a origem dos acidentes em fatores organizacionais, mas sempre centradas na relação do trabalhador.

A teoria da propensão dos acidentes

O conceito de ‘propensão para acidentes’ foi primeiramente desenvolvido por Greenwood & Woods quepartiram de três hipóteses: (a) os acidentes ocorrem de forma casual; (b) a probabilidade de um indivíduo se acidentar pode ser influenciada ou não por acidentes passados;
(c) existem certos indivíduos mais predispostos a sofrer acidentes.

A propensão individual: são as características individuais dos trabalhadores envolvidos em acidentes com os não envolvidos e ao calcularem o grau de associaçãoentre as características individuais e o envolvimento em acidentes.
Cada indivíduo, para alcançar sua meta, pode apropriar-se de um caminho que o exponha em maior ou menor grau aos riscos presentes no ambiente.

A teoria da propensão aos acidentes é suportada pela idéia secular do acidente como uma punição de Deus ao pecado ao trabalhador e sua pretensa base cientifica dos acidentes a tornaatrativa aos empregadores por tratar os acidentes como falhas dos empregados.

A teoria da fadiga

A maior contribuição dessa teoria foi trazer para discussão o tema da redução do horário da jornada de trabalho que passou a ser debatido em vários congressos despertando interesse pelo tema por sindicalistas e pelo governo.
A teoria da fadiga questiona a ética moral da sobrecarga do trabalho quese impõe aos trabalhadores. Esta teoria encontrou a mesma dificuldade que a teoria da propensão dos acidentes, ou seja, a validação dos resultados com pesquisas similares e essa constitui a principal questão quando se trata da pesquisa de acidentes: a existência de um número significativo de variáveis de difícil controle.

Os modelos de propensão para acidentes e da fadiga geraram confusão econflito pela dificuldade da validação de resultados. Buscou-se, então, explicação para as causas dos acidentes na análise da falha humana ou erro humano no trabalho.

A falha humana como explicação para as causas dos acidentes

À medida que crescem as ações que demandam responsabilidade civil, responsabilidade criminal dos prepostos e a responsabilidade ética e social das organizações maior éa tendência de responsabilizar os trabalhadores pelos acidentes.
O termo ‘erro humano’ é largamente utilizado pela mídia ao referir-se a falhas, imperfeições ou inadequações causadas pelos homens e, em conexão com acidentes ou falhas nas decisões.

Reason (1999) ressalta que os acidentes ocorrem como conseqüência de duas causas: falhas ativas e falhas latentes. As falhas ativas referem-seàqueles erros ou violações que têm um efeito imediatamente adverso, associados às atividades realizadas pelo pessoal de frente. As falhas latentes são intrínsecas às organizações e contribuem de forma significativa para que as falhas ativas se manifestem. São decisões ou ações de conseqüências danosas que podem ficar adormecidas por longos períodos, só tornando-se evidentes, quando se combinam comoutros fatores (falhas ativas, falhas técnicas, desenhos inadequados, condições atípicas, etc.) atravessando todos os sistemas de defesas organizacionais.

Almeida (2001) pondera que quando os trabalhadores iniciam suas atividades eles a fazem após as chefias já terem estabelecido os objetivos, metas de produção, definido prescrições, horários e dividido os trabalhadores em equipes. Se o trabalho...
tracking img