Renuncia do papa bento xvi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (302 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RENUNCIA DO PAPA BENTO XVI
O anúncio da renúncia do papa Bento XVI, realizado em 11 de fevereiro de 2013, causou certa surpresa no mundo católico. Não é uma situaçãousual um papa renunciar ao mandato, já que geralmente a sucessão ocorre após a morte de cada um deles. O último caso aconteceu com o papa Gregório XII (1406-1414). Mas segundo umestudo realizado pelo professor de História da Igreja e cônego da catedral de Barcelona (Espanha), Josep María Martí Bonet, houve na história da Igreja católica a renúnciade 22 papas. No caso de Joseph Ratzinger, de 85 anos, os motivos alegados foram a debilidade física pela qual ele passa, o que o impossibilitaria de continuar a executar asfunções exigidas pelo cargo. O pontífice de 85 anos renunciou devido a seu estado de saúde que se deteriora rapidamente. Mas, nas entrelinhas de sua mensagem proferida emlatim, é possível entrever que a Igreja está cada vez mais difícil de liderar, em tempos difíceis como estes. Tempos em que a fé "é jogada para lá e para cá" disse Bento 16, eagir condizentemente.
O Papa, que não é um "homem do povo" como seu antecessor polonês, e sim um brilhante teólogo e intelectual, sempre teve problemas com o posto. Arenúncia agora também abre a possibilidade de um novo papa, mais aberto a reformas, e que encontre respostas para a crise católica na Europa e América do Norte, onde a Igreja vemperdendo cada vez mais membros e não encontra novos sacerdotes.
É sábio Bento 16 ter decidido não morrer no cargo. A longa e persistente doença de seu antecessor, João Paulo2° ainda está fresca em nossa memória. Joseph Ratzinger evitou essa agonia pública. Ele poderá dedicar seus últimos anos à sua grande paixão: escrever livros teológicos.
tracking img