Rendimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1561 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE – UFCG
CENTRO DE EDUCAÇÃO E SAÚDE – CES
UNIDADE ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO – UAE
LICENCIATURA PLENA EM QUÍMICA

RENDIMENTO DE UMA REAÇÃO DE PRECIPITAÇÃO

DISCENTE: JOSÉ EUDES LIMA SANTOS MAT.: 811110017
DISCIPLINA: QUÍMICA EXPERIMENTAL PROFª: Dra. MARTA MARIA
DATA: 23/04/2012

CUITÉ, ABRIL DE 2012

INTRODUÇÃO
Uma equação química convenientementeajustada fornece informações a respeito das quantidades dos reagentes consumidos e produtos formados. A relação estequiométrica entre produtos e reagentes permite calcular a massa de produto a ser obtida a partir de massas conhecidas como reagentes. Essa massa, contudo, é um valor teórico, já que a manipulação dos reagentes sempre induz à perdas por mais cuidado que se possa ter. A relação entre aquantidade de substância obtida experimentalmente e a quantidade calculada, multiplicada por cem, fornece-nos o rendimento percentual da reação expresso da seguinte forma:
Rendimento percentual=rendimento realrendimento teórico×100% (1)
Em que o rendimento teórico é a quantidade de produto formada calculada quando todo o reagente limitante foiconsumido, enquanto que o rendimento real é a quantidade de produto de fato obtido na reação. O rendimento real deve ser sempre menor que o rendimento teórico e nunca pode ser maior que este já que parte dos reagentes pode não reagir, por exemplo, ou podem reagir de forma diferente da esperada. Além disso, nem sempre é possível recuperar da mistura de reação todo o produto formado. O reagente limitanteé o que determina de fato o rendimento máximo de uma reação.
A reação de precipitação resulta na formação de um produto insolúvel chamado de precipitado composto que tem solubilidade muito baixa em água.

OBJETIVO
* Calcular o rendimento teórico da reação;
* Calcular o rendimento prático da reação;
* Calcular o rendimento percentual da reação de precipitação.

PARTEEXPERIMENTAL

Material Utilizado
* 02 vidros de relógio;
* 02 provetas de 100 mL;
* 02 béqueres de 250 mL;
* 03 bastões de vidro;
* Papel de filtro;
* Tripé com tela de amianto;
* Funil;
* Suporte com anel de ferro;
* Chapa aquecedora retangular;
* Estufa;
* 02 dessecadores;
* Balanças.

Substâncias Utilizadas

* Cromato de potássio;
* Cloreto debário.

Procedimento

O procedimento foi realizado em 9 etapas. Na primeira etapa, foi pesado 0,80 g de cromato de potássio (Proquímicos) em um vidro de relógio e transferido para um béquer de 250 mL com auxílio de um bastão de vidro com o cuidado de não perder material. A seguir, adicionou-se 100 mL de água destilada medida em proveta de 100 mL e foi agitada até a completa dissolução combastão de vidro. Por fim, a solução foi aquecida até iniciar a fervura.
Na segunda etapa foi pesado 0,60 g de cloreto de bário (Dinâmica) em vidro de relógio seguindo as observações de pesagem e transferido para um béquer de 250 mL com auxílio de um segundo bastão de vidro. A seguir, foram adicionados 50 mL de água destilada medida em proveta de 100 mL e agitada com bastão de vidro até a completadissolução.
Na terceira etapa o papel de filtro foi pesado antes de iniciar a filtração.
Na quarta etapa os instrumentos para realizar a filtração foram montados. Para tanto, um anel de ferro foi adaptado em um suporte e nele foi colocado um funil simples no qual se colocou o filtro de papel que foi umedecido com água destilada para aderir à parede do funil evitando vazamento do precipitado. Parareceber o material filtrado foi usado um béquer de 250 mL adequadamente posicionado abaixo do funil como mostrado na Figura 1.

Figura 1. Suporte com anel de ferro, funil simples e béquer utilizados na filtração.
Na quinta etapa a solução de cloreto de bário foi adicionada à de cromato de potássio e, em seguida, a mistura foi agitada com bastão de vidro.
Na sexta etapa a filtração foi...
tracking img