Relatorio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1120 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DE UBERABA

EDILENE MEDEIROS DOS SANTOS
MARIA ROBERLANGIA PEREIRA
SORAIA MELO DANTAS BARROS










SAUDE MENTAL: REALIDADE APRESENTADA
NO CENTRO DE ATENÇAO PSICOSSOCIAL
(CAPSII) DE JI-PARANA-RO





























SÃO JOSE DA TAPERA-AL 2012



EDILENE MEDEIROS DOS SANTOS
MARIAROBERLANGIA PEREIRA
SORAIA MELO DANTAS BARROS












RELATÓRIO
SAUDE MENTAL: REALIDADE APRESENTADA
NO CENTRO DE ATENÇAO PSICOSSOCIAL
(CAPSII) DE JI-PARANA-RO











Trabalho apresentado para a Universidadede Uberaba na disciplina Serviço Social
e supervisão para fins avaliativos.















SÃO JOSE DA TAPERA-AL 2012

SUMÁRIO






Resumo 1
Introdução 2
Desenvolvimento 3
Conclusão 4RESUMO



O presente relatório tem como abordagem central uma reflexão sobre a politica de saúde mental, o trabalho desenvolvido pelo CAPS Centro de Atenção Psicossocial e também o papel do assistente social no novo modelo de atenção a saúde mental e como sua participação poderá facilitar na recuperação e reabilitaçãodo portador de transtorno mental. Propõe ainda ampliar as discursões sobre a constituição de competências na formação do assistente social para atuar em saúde mental, e como o estagio supervisionado pode ajudar para uma boa formação profissional. Com base na leitura e discussão prévia realizada no estudo de caso 3, à luz da Política Social a ele relacionado, bem como a legislação que o normatiza oqual trata da realidade da saúde mental no Brasil nos mostra que esse é um tema de fundamental importância para a saúde em geral. Envolve o bem estar pessoal, das relações familiares e na sociedade em geral.
O caso relata à importância de dar atenção à saúde mental, em todo o mundo, mais de 400 milhões de pessoas são afetadas por distúrbios mentais ou comportamentais. Os problemas de saúdemental ocupam cinco posições no ranking das dez principais causas de incapacidade, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).


Palavra chave: atendimento, saúde mental.






















INTRODUÇÃO



Partindo do pressuposto que o serviço social é considerado como uma ciência do cuidar assistir, mediar conflitos ela precisa estar presente emtodos os âmbitos e na saúde mental de uma forma particular por exigir um alto grau de assistência e cuidado, por ser uma área que requer um preparo peculiar por parte dos profissionais que nela atuarem. A saúde mental, embora esteja em um processo de maturação, ainda precisa ser vista com um olhar inovador e promissor em sua pratica de cuidar.
Atualmente, apesar da criação de redes deserviços como os CAPS – Centro de Atenção Psicossocial, que possuem uma perspectiva de tratamento inovadora, essa discriminação ainda perpetua nos valores da sociedade marcada, por uma condição de desigualdade causada pelo sistema capitalista. Tal sistema contribui para a construção de uma ideologia individualista que possui reflexos significativos no cotidiano da população e na concretização dosdireitos de todos (as) cidadãos, principalmente de segmentos que foram excluídos no decorrer da história. Exemplo disso, podemos ressaltar as pessoas que possuem algum tipo de transtorno mental e que são consideradas “diferentes” ou “inferiores” em relação aos outros cidadãos.
Desta forma, é importante ressaltar o que consta no Art. 5º da Constituição Federal de 1988: “todos são iguais perante...
tracking img