Relatorio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2188 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal do Pará
Campus Universitário de Tucuruí
Química Geral Experimental

Química Geral Experimental:
Propriedades Físicas

Equipe 4:
AILTON DA CONCEICÃO ANDRÉ Matrícula: 12133001618
ARTUR MONTEIRO DA CRUZ SILVA Matrícula: 12133000718
DAYSE DE SOUZA BAIAMatrícula: 12133004318
FELIPE COELHO DO CARMO Matrícula: 12133001518
FLAVIO CASSIANO PEDRO DE ANDRADE Matrícula: 12133003318

Introdução
As propriedades físicas da matéria podem associar-se segundo critérios diferentes, sendo um deles o que as classifica em propriedades intensivas que são independentes da quantidade de substância que constitui o corpo, epropriedades extensivas que são dependentes da quantidade de substância que constitui o corpo. As propriedades extensivas são aditivas, enquanto que as intensivas não o são (Jennifer Fogaça-Graduada em Química).
A densidade (d) é uma propriedade intensiva que expressa a massa contida por unidade de volume de uma dada porção de matéria, é uma propriedade física importante na caracterização,identificação e utilização das substancias ou materiais. A temperatura na qual um sólido cristalino se funde, isto é, torna-se líquido, é denominada ponto de fusão. A pressão de 1 atm., essa temperatura é conhecida como ponto normal de fusão. Os compostos orgânicos possuem na sua maioria ligações covalentes. As forças de interação entre moléculas covalentes (polares ou apolares) sãorelativamente fracas, pois se caracterizam como forças de atração do tipo dipolo-dipolo ou do tipo London como consequência da fraqueza dessas forças de interação, os compostos covalentes são, em geral, gases ou líquidos. Se um líquido for aquecido a uma temperatura suficientemente elevada, a tendência ao escape de suas moléculas torna-se tão grande que ocorre a ebulição. A ebulição consiste naformação de bolhas de vapor (gás) no corpo do líquido. Essas bolhas são formadas quando a pressão de vapor do líquido torna-se igual à pressão externa exercida sobre o liquido pela atmosfera.

Experimento 1 :
Determinação da densidade de líquidos.

Objetivo:
Determinar da densidade da água destilada.

Método:
Pesagem com balãovolumétrico

Material Utilizado:
Aparelhagem
Balão volumétrico, Balança, Papel toalha.
Amostra de líquidos
Água destilada.

Procedimento Experimental:
A princípio foi feita a pesagem do balão volumétrico vazio, em seguida pesou-se o balão volumétrico com água destilada. Logo depois foi feita a secagem do balão volumétrico com álcool etílico (96% álcool e 4% água). Esteprocedimento descrito acima foi repetido por mais duas vezes. Com os resultados obtidos na pesagem foram feitos os cálculos da densidade da água e com os resultados foi tirada a media.

Resultados:
Determinou-se a densidade da água destilada e da solução saturada de cloreto de sódio, através dos cálculos abaixo.

* Dados:
* Peso do balão volumétrico vazio (1): 40,3623 g* Peso do balão volumétrico vazio (2): 40,4775 g
* Peso do balão volumétrico vazio (3): 40,4690 g
* Peso balão volumétrico com água destilada (1): 90,7494 g
* Peso balão volumétrico com água destilada (2): 90,6364 g
* Peso balão volumétrico com água destilada (3): 90,6395 g

* Cálculos

D (1) = (90, 7494 - 40, 3623) /50
D (1) = 1, 0077 g/ml

D (2) = (90, 6364 - 40,4775) /50
D (2) = 1, 0031 g/ml

D (3) = (90, 6365 – 40, 4690) /50
D (3) = 1, 0033 g/ml

Media das densidades = (D(1) + D(2) + D(3)) /3 = 1,0047 g/ml

Experimento 2 :
Determinação da densidade dos líquidos.

Objetivo:
Determina a densidade da água destilada

Método:
Densímetro.

Material Utilizado:
Aparelhagem
Proveta, Densímetro....
tracking img