Relatorio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1728 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Aspectos gerais, históricos e epidemiológicos da Cannabis sativa

A Cannabis está entre as plantas mais antigas cultivadas pelo homem. As primeiras evidências do uso foram encontradas na China por volta de 4000 a.C. Os chineses usavam a planta com diversos fins:
- medicinal: no tratamento de dores reumáticas, constipação intestinal, desordens do aparelho reprodutor feminino e até malária.Algumas vezes a planta era usada com vinho em anestesias nas cirurgias;
- fibras têxteis: obtidas do caule, as fibras eram usadas na fabricação de fios, cordas, tecidos e até do papel;
- alimento: os frutos da Cannabis são pequenos com casca dura e contém apenas uma semente. Alguns médicos chineses usavam a semente como laxante. Hoje, sabe-se que a semente é destituída do ativo psicoativo,contendo principalmente ácidos graxos e proteínas. No entanto, em algumas partes do Nepal ainda se usam a semente na fabricação do óleo e, em alguns lugares da Índia, é usada em preparações dermatológicas.
A Cannabis difundiu-se para a Índia, Oriente Médio e Europa nos fins do século XVIII e início do século XIX, passando pela África e atingindo as Américas, onde foi introduzida por escravos negrostrazidos por Vasco da Gama.
Entre as espécies do gênero, a mais cultivada e conhecida é a sativa. Trata-se de uma planta arbustiva, que pode atingir até 2,5 m de altura e não requer cuidados especiais de cultivo. Foi Carolus Linnaeus (botânico), em 1953, que descreveu e caracterizou a planta Cannabis sativa. O nome popular maconha é derivado de uma tribo angolana, que atribuía à planta um carátermístico e religioso, chamando-a de erva santa (ou maconha).
A primeira referência da maconha como droga psicoativa está na mais antiga farmacopéia o pen-ts´ao ching: “... ma-fen (o fruto da Cannabis)... se tomado em excesso pode produzir visão de demônios... por um tempo prolongado faz a pessoa comunicar-se com os espíritos...”
Na Índia, a planta foi amplamente usada em rituais religiosos, sendoassociada a fonte de felicidades, doadora de alegrias e libertadora.
No Ocidente, século XIX, o uso psicoativo da planta era restrito a escritores e artistas da época, como Rimbaud e Baudellaire, em pequenos círculos boêmios nas grandes cidades. Com o passar de alguns anos, o uso acabou sendo restringido em vários países. Nos EUA, por exemplo, foi aprovada uma lei em 1937, denominada Marihuana TaxAct, que exigia o registro e taxava em um dólar cada 28,35 g da droga para propósitos médicos e, em 100 dólares, para qualquer outro uso. O não pagamento resultava em multa de 2000 dólares e/ou 5 anos de prisão.
Em meados dos anos 30, com o movimento Rastafari (Jamaica) e, nos anos 60, com o concerto de Woodstock e o movimento Hippie, o consumo da maconha deu um salto. Em 1967, 5% dos jovensamericanos já haviam consumido a droga pelo menos uma vez. Já em 1982, esse percentual foi para 64%. Hoje, figura entre as drogas ilícitas mais consumida pelos jovens de todas as classes sociais.
A prevalência anual de abuso da maconha como droga ilícita está em 165,6 milhões de usuários, o que corresponde a um percentual de 3,9% da população mundial entre 15-64 anos de idade, de acordo com orelatório World Drug Report de 2008. Esse número é muito maior do que os números relativos as outras drogas ilícitas. Este mesmo relatório enfatizou que a produção da maconha teve várias oscilações ao longo do tempo. Houve uma queda entre 1988 e 2001, devido ao aparecimento de outras culturas. Em 2003, ocorreu uma ascensão da produção mundial, ficando em torno de 40000 toneladas até 2006.
A maior partede toda a maconha produzida na América do Sul (cerca de 10 mil toneladas) vem do Paraguai (cerca de 5,9 mil), seguida – em menor escala – pela Colômbia, Brasil (somente para uso doméstico), região do Caribe e pela América Central (principalmente a Guatemala).
As maiores apreensões de maconha realizadas em 2006 ocorreram no México (36% do total mundial), seguida dos Estados Unidos (23%),...
tracking img