Relatorio supervisionado da apae

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4851 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A FRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO PROFESSOR E DO ALUNO DAS SÉRIES INICIAIS DA ESCOLARIZAÇÃO BRASILEIRA

Sandra Magina[1] & Tânia Campos
Pontifícia Universidade Católica de São paulo

RESUMO

O presente estudo discute o ensino e a aprendizagem de fração no Ensino Fundamental a partir de uma pesquisa diagnóstica aplicada paralelamente em 70 professores polivalentes (não especialistas em Matemática) e em131 alunos que cursavam as 3ª e 4ª séries. A hipótese inicial foi a de que esses professores teriam competência para resolver problemas de fração em diferentes situações, mas que apresentariam estratégias limitadas de ensino para auxiliar seus alunos a superarem falsas concepções sobre fração. Conseqüentemente, os alunos das referidas séries não apresentariam bom desempenho na resolução dosproblemas nem tampouco haveria um crescimento significativo no percentual de sucesso dos alunos da 3a série para os da 4ª série. Após a análise dos resultados, o estudo confirma suas hipóteses e conclue que esses professores apresentaram conceitos adequados de fração em algumas situações, mas a maioria mostrou algumas confusões entre a representação de fração e de razão.

Palavras Chave: conceito defração, Ensino Fundamental, professores polivalentes, prognóstico, tarefas investigativas, estratégias de ensino.




INTRODUÇÃO

O Principal objetivo de nossa pesquisa foi adquirir uma ampla visão de como a fração vem sendo concebida, aprendida e ensinada no 2o ciclo do Ensino Fundamental[2]. Para tanto investigamos: a) os conceitos que professores desse ciclo – professores nãoespecialistas em Matemática – têm sobre fração, através de uma análise tanto de suas estratégias de ensino como de seus prognósticos sobre o desempenho de alunos, e b) o desempenho de alunos da 3ª e 4ª série ao resolverem problemas envolvendo o conteúdo fração.

As hipóteses iniciais foram: A1) esses professores teriam competência para resolver problemas de fração em diferentes situações, masapresentariam estratégias limitadas de ensino para auxiliar seus alunos a superarem falsas concepções sobre fração. Defendemos tal hipótese por acharmos seus próprios conhecimentos dos invariantes da fração sejam implícitos. A2) Suas predições sobre o desempenho dos alunos estariam para além da realidade deles, principalmente no que tange os alunos da 4ª série. Esta hipótese vem em conseqüência da primeira,já que uma vez que os professores apresentariam limitadas estratégias de ensino, seus alunos, como relação direta, também teriam sua aprendizagem limitada, sem que contudo o professor se dê conta disso. A hipótese B) refere-se ao desempenho dos alunos e já foi implicitamente posta na A2), isto é, os alunos não apresentarão um bom desempenho na resolução dos problemas. Igualmente, não haveráacentuada a diferença entre os desempenhos dos alunos da 3ª e da 4ª séries, porque acreditamos que as limitadas estratégias de ensino dos professores resultarão num fraco desempenho dos alunos e no pouco avanço desses no desenvolvimento do conceito.de fração

No Brasil o conceito de número racional, na sua representação fracionária, tem seu ensino iniciado, formalmente, a partir do segundo ciclodo Ensino Fundamental, (entre 3ª e 4ª séries primárias), estendendo-se pelo menos até o final do terceiro ciclo (5ª e 6ª séries primárias). Os professores brasileiros que atuam no nível de escolarização primária (1a à 4a séries do Ensino Fundamental) costumam utilizar as situações de parte-todo como sendo o principal contexto para o ensino de fração. No entanto, em suas experiências pessoais comfração é muito provável que eles tenham desenvolvido um entendimento dentro de várias outras situações, tais como fração como quociente e como descritoras de quantidades intensivas.

Pesquisas recentes, (Bezerra ect al, 2002; Merlini,2005; Moutinho, 2005,. Nunes et al, 2005; Santos 2005, apenas para citar algumas relacionadas ao contexto brasileiro), têm evidenciado dificuldades em relação...
tracking img