Relatorio de visita tecnica ifba quimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1040 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Eng. Química
2012.2


Grupo: João Paulo Lobo Marins
Murilo Santana Santos
Relatório de visita

1. Objetivo




No dia 29/11/2012, visitamos a Reichhold do Brasil LTDA, em Simões Filho, com o objetivo de maior aproximação com o campo de atuação do Engenheiro Químico. Além disso, a visita técnica à Indústria citada permitiu uma interação com um profissional da mesmaárea, que pode descrever mais detalhadamente o dia a dia na empresa inspecionada, e outras características do labor em uma produção de médio porte. Assim, a possibilidade de um contato mais direto foi de significativa importância para aprofundar-se melhor tanto na profissão quanto no curso de Introdução à Engenharia Química.










2. Introdução




A Reichhold é umaempresa que atua no ramo de resinas poliéster insaturadas, produzidas a partir da condensação de ácidos carboxílicos e glicóis. Uma das principais fornecedoras do mundo, possui fábricas em diferentes pontos do globo (EUA, China, Holanda, Brasil, etc.) e mais de 1400 funcionários.

A unidade de Simões Filho, visitada por nossa sala, conta atualmente com 22 trabalhadores e produz cerca de700 T (Toneladas) de resina a cada mês. A instalação ocorreu em , a partir da aquisição da Resana S/A, que já era envolvida com a produção de polímeros, e possibilitou o aproveitamento da planta ali existente.

A matéria prima, o anidrido maléico fornecido por basicamente três empresas (Reichow, L. Queiroz & Cia e NPF), e o glicol, diácool, reagem inicialmente com aparticipação da água (sem catalisador) e posteriormente outras substâncias, como o diluidor estireno, para formar a resina poliéster termofixa que é vendida como produto final.

A larga variedade de monômeros permite a formulação de resinas para a obtenção de diferentes estruturas de poliéster, com uma excelente extensão de propriedades e desempenho. No caso da Reichhold, a utilização do anidridona reação, permite a produção de Polipropileno glicol, que receberá as características desejadas pelo cliente a partir do acréscimo de aditivos que moldarão o Polímero.

Assim, a unidade Baiana opera com toda a capacidade e tem grande parte do produto produzido exportado, para suprir, juntamente com outras unidades em países emergentes, o baixo volume fabricado na Europa e EUA.3. Processo Industrial

a. Fluxograma do processo comentando sobre os equipamentos envolvidos e processos unitários envolvidos.




[pic]







b. Reações envolvidas

A reação que ocorre é a reação de condensação típica, a de esterificação, onde um álcool reage com um ácido orgânico eliminando água, no caso o Glicol (diácool) reagem com o anidrido maleico. Ex:[pic]

[pic]



c. Ap







Anidrido maleico + álcool -> poliéster insaturado + água




d. Aplicações



As aplicações das resinas poliésteres insaturadas e éster vinílica produzidas na Reichhold são variadas, como por exemplo na construção de pás eólicas, construção civil, piscinas, pias (mármore sintético), entre outros.e. Outros



Após a reação de polimerização é gerado o Polipropileno Glicol que é dissolvido em um monômero reativo (estireno) e adicionado aditivos para a Resina Poliéster ter uma propriedade interessante na hora de sua aplicação (ex: resistência, tempo de cura).

O processo ocorre por Bateladas, com ciclo de 12 horas de duração.4. Conclusão:

a. Pontos fortes

Um dos pontos fortes é o grande leque de aplicações que são possibilitadas numa produção de polímeros. Isso aumenta a facilidade da empresa se manter sempre no mercado. Além disso, em se tratando da marca Reichhold, uma característica que...
tracking img