Relatorio ambev

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5503 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
AMBEV


Desenvolvimento da Atividade Integradora do Curso de Tecnologia em Gestão ambienta, apresentado como requisito para a aprovação na disciplina Atividade Integradora I.







Abril



1 INTRODUÇÃO

Com uma estratégia de crescimento fundamentada em princípios de gerenciamento de receita, a AmBev persegue continuamente a maior eficiência em custos e considera suaprincipal vantagem competitiva sua Gente e a sua Cultura. A Companhia é hoje referência mundial entre as indústrias de bebidas.
Detentora do maior portfólio do país no setor de bebidas, AmBev vem consolidando a participação de suas marcas no mercado brasileiro de cervejas. O market share da companhia é de 69,3 segundo a AC Nielsen - Dez/07.
A AmBev atua em quase toda a AméricaLatina por meio de operações próprias (Venezuela, Guatemala, Peru, Equador, Nicarágua, El Salvador e República Dominicana) e da associação com a Quilmes (Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia e Chile), na qual detém hoje participação de 91,18%. As operações de HILA vêm apresentando forte crescimento, com EBITDA consolidado, em 2007, de R$ 891 milhões.
A AmBev é a quinta maior cervejaria domundo e a líder no mercado brasileiro de bebidas com 68% de participação em cervejas e 17% em refrigerantes. A Companhia também é a quinta maior engarrafadora Pepsi no mundo, além de produzir e distribuir marcas líderes como Gatorade e Lipton Ice Tea.
Ao longo dos últimos anos a AmBev vem expandindo sua presença em outros mercados sul-americanos, a saber: Argentina, Venezuela, Uruguai eParaguai, América Central e no Peru.












2 DESENVOLVIMENTO

A AmBev – Companhia de Bebidas das Américas foi criada em 1º de julho de 1999, com a fusão da Companhia Cervejaria Brahma com a Companhia Antarctica Paulista, as duas maiores cervejarias brasileiras. Entretanto, o nascimento da companhia só ocorreu efetivamente em março de 2000 com a aprovação da fusãopelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), constituindo-se na maior operação desse tipo realizada no país. Essa fusão entre concorrentes históricas formando uma única companhia foi parte da estratégia de sobrevivência do setor, frente às transformações e ao movimento de fusão, que vêm ocorrendo no contexto do mercado mundial. A justificativa e o discurso veiculado ressaltavam, noentanto, a necessidade primordial de consolidar o mercado nacional e permitir uma expansão internacional com a “criação da primeira multinacional brasileira”. Esse discurso norteou uma grande campanha junto à sociedade, em favor da fusão e da aprovação das normas e regulamentação para a constituição da Companhia.
Em 2004 a AmBev fez uma aliança global com a Interbrew International B.V.,que agora detém 49,10% de suas ações, para formar a InBev, empresa mundial do setor de bebidas que atua na América por meio da AmBev. Na América do Norte a AmBev desenvolve negócios no Canadá e exporta para os Estados Unidos. Na América Central e América do Sul, além do Brasil, a AmBev desenvolve negócios nos seguintes países: Argentina, Bolívia, Chile, Equador, El Salvador, Guatemala, Nicarágua,Paraguai, Peru, Republica Dominicana, Uruguai e Venezuela. Na Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia e Chile, a AmBev atua por meio da Quinsa, empresa que também faz parte da AmBev.


2.2 PANORAMA DO SETOR

Em valor monetário, a produção industrial brasileira passou de 653,9 bilhões
de reais em 2002 para 1193,67 bilhões de reais em 2006. No período, na indústria de
transformação, ovalor da produção industrial foi de 630,7 bilhões de reais para
1128,95 bilhões de reais.
A indústria de alimentação, que engloba produtos alimentares e bebidas teve
um faturamento líquido de 184,6 bilhões de reais em 2006; o faturamento da indústria de bebidas foi de 26,1 bilhões de reais e da indústria de produção de alimentos de 158 bilhões de reais.



TABELA 1 – FATURAMENTO...
tracking img