Relacoes publicas e densevolvimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1384 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPÍTULO I

INTRODUÇÃO
Toda empresa precisa manter um relacionamento construtivo com os diversos públicos de seu negócio. Um público, segundo Kotler e Keller (2006, p.593), “é qualquer grupo que tenha um interesse real ou potencial na empresa, ou que possa ter impacto em sua capacidade de atingir seus objetivos”. O consumidor não é o único público que a empresa deve ter atenção. Osfornecedores, os revendedores, os potenciais clientes e a sociedade em geral também podem interferir, positiva ou negativamente, na condução dos negócios da empresa.

A preocupação da sociedade com as questões sociais, o desgaste da propaganda e a falta de inovação nas mensagens publicitárias vêm, aceleradamente, dando espaço para a utilização da ferramenta relações públicas na empresa, relatam Zenone eBuairide (2005).

É importante destacar que o papel das relações públicas na comunicação organizacional é diferente do exercido pela propaganda. Paul Homes, editor da revista Inside PR, citado por Zenone e Buairide (2005, p.54), afirma: “enquanto a propaganda é uma importante ferramenta de comunicação, relações públicas é muito mais que isso, é uma caixa de ferramentas, um processo, talvez atémesmo uma maneira de pensar”. Conforme Kotler e Keller (2006), podemos conceituar relações públicas como uma série de programas elaborados para promover ou proteger a imagem da empresa ou de seus productos. Em outras palavras, é a administração da reputação, da imagem da empresa perante seus diversos públicos.







1. PERGUNTA DE PARTIDA

Sendo Relações Públicas ferramenta decomunicação qual é o seu real papel na comunicação organizacional?

OBJECTIVO GERAL
O sucesso da empresa, cada vez mais, está condicionado à sua capacidade de gerar para si atenção positiva, acções de apoio e boa vontade de todos os segmentos dos públicos com os quais interage. É aí que entra a actividade de relações públicas. Ela busca atingir esses objetivos pela actuação baseada na visão macro dasfunções empresariais e em valores claramente definidos que consolidam toda a estrutura da empresa. Para esclarecer melhor, podemos dizer que as impressões causadas pela empresa podem ser comparadas às causadas pelas pessoas. Proponho, deste modo, como Objectivo Geral deste trabalho, aprofundar o papel de Relações Públicas como ferramenta da comunicação.

1. OBJECTOS ESPECÍFICOS

Este trabalhotem como Objectivo Específico entender até que ponto o estabelecimento de relações públicas como ferramenta de comunicação numa organização é fundamental para o seu sucesso.











CONCEPTUALIZAÇÃO

Praticamente durante toda a história da humanidade houve manifestações mais ou menos primitivas de Relações Públicas.
Na Grécia antiga a escolha de senadores e outros mandatáriosera feita por meio da deposiçãodas cascas de ostras em urnas. Daí vem a expressão ostracismo, para o candidato que deixava de merecer os votos de seus concidadãos.O próprio Pôncio Pilatos, ao mandar a multidão optar entre Jesus e Barrabás, procurou ouvir a opinião popular, numa ação primitiva de Relações Públicas.
O presidente americano Abraham Lincoln (1809 – 1865) chegou a declarar: “Ninguémconsegue triunfar se a opinião pública está em seu desfavor. Com a opinião pública a seu lado, ninguém é derrotado”. Porém, apesar de algumas manifestações isoladas ao longo dos tempos, a sistematização da actividade de Relações Públicas, tal como é reconhecida hoje, só veio a ocorrer em 1906, época em que nos Estados Unidos surgiram os monopólios, concentrou-se a riqueza e havia uma insatisfaçãogeneralizada dos trabalhadores.
A sociedade americana passou a efetuar grande pressão sobre as empresas e os jornais da época refletiam essa situação. Foi quando o grande empresário David Rockefeller contratou o jornalista Ivy Lee, que começou a abrir os olhos dos empresários norte-americanos para o capitalismo selvagem posto em prática no início do século 20.
Ivy Lee, um jornalista que vinha...
tracking img