Regulamento santo huberto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3276 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CAMPEONATO NACIONAL DE SANTO HUBERTO REGULAMENTO
CAPÍTULO I Do Campeonato Artigo 1º OBJECTIVOS São objectivos do Campeonato Nacional de Santo Huberto, para caçadores com cão de parar, promover o espírito desportivo do caçador, formá-lo na correcta prática do acto cinegético, tendo em consideração os aspectos técnicos, legais e cívicos, a função e utilização do cão de parar, num quadro derespeito pela Natureza e pela ecologia. Artigo 2.º ORGANIZAÇÃO 1 – O Campeonato Nacional de Santo Huberto é organizado conjuntamente pela CNCP – Confederação Nacional dos Caçadores Portugueses e FENCAÇA – Federação Portuguesa de Caça. 2 – Na Organização do Campeonato podem participar ainda como entidades co-organizadoras, as Federações Regionais, membros de qualquer das entidades referidas no númeroanterior, com associados na região cinegética onde ocorre o respectivo apuramento regional. 3 – A implementação dos Campeonatos bem como a resolução das matérias emergentes da interpretação dos regulamentos e a indigitação dos juízes compete a um Comissão Executiva do Campeonato Nacional constituída por quatro elementos designados, dois pela Direcção da CNCP e outros dois pela Direcção da FENCAÇA; 4 –A Comissão Executiva é presidida pela FENCAÇA

Artigo 3º ORGÂNICA DO CAMPEONATO 1 – O Campeonato Nacional de Santo Huberto desenvolve-se em duas fases: uma regional e outra nacional. 2 – Fase Regional: a) – A fase regional apura os representantes de cada Região Cinegética e das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira para a final do Campeonato Nacional; 1

b) – Na fase regional sãoapurados, por Região Cinegética e Região Autónoma, para participar na final nacional um concorrente por cada parcela até 5 inscritos. c) – O apuramento a que se refere a alínea anterior consta de duas provas, realizadas num fim-de-semana; 3 – Fase Nacional: a) – A fase nacional, à qual concorrem os representantes apurados na fase regional em cada Região Cinegética e nas Regiões Autónomas dos Açores e daMadeira, é constituída por duas provas, realizadas num fim-de-semana; b) – A fase nacional apura o Campeão e Vice-Campeão Nacional que representarão Portugal no Campeonato do Mundo de Santo Huberto: c) – Na impossibilidade do Campeão ou Vice-Campeão Nacional, por razões de força maior, se virem impedidos de participar na final do Campeonato do Mundo serão substituídos pelos concorrentes que selhes seguirem na classificação final do Campeonato Nacional a equipa será constituída pela ordem da classificação obtida imediatamente a seguir na Final do Campeonato Nacional. 4 – O Campeonato Nacional de Santo Huberto rege-se pelo presente regulamento. 5 – As diferentes provas, quer na fase regional, quer na fase nacional, devem ser devidamente publicitadas através de programa que indicará o localda realização das provas, o local e hora da concentração, assim como outras informações que se afigurem necessárias; 6 – As inscrições para as fases regionais terão que ser feitas até cinco dias da data da realização da prova na região a que respeita, assim como o respectivo pagamento nos locais para tal, indicados no programa. 7 – O sorteio de constituição das séries e dos juízes será público. a)A constituição dos júris manter-se-á nos dois dias de prova, assim como a constituição das séries. b) Os júris permanecem no mesmo terreno nos dois dias de prova. As séries mudam de terreno entre o primeiro e o segundo dia de prova. No caso de as provas serem em locais diferentes serão sorteados os terrenos e os juízes julgaram uma série diferente. c) O sorteio da ordem de entrada em prova seráfeito de novo para o segundo dia de prova Artigo 4º PARTICIPAÇÃO 1 – Podem participar na fase regional, todos os concorrentes que satisfaçam os seguintes requisitos: a) – Ter nacionalidade portuguesa; 2

b) – Ser portador da documentação legalmente exigida para a prática do acto venatório quer para o caçador quer para o cão; c) – Utilizar um cão de parar (inscrito no 7º grupo), devidamente...
tracking img