Regulamento do btt

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1770 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
REGULAMENTO DAS SELECÇÕES PORTUGUESAS DE CICLISMO

Compete à UVP-Federação Portuguesa de Ciclismo fazer representar a modalidade em provas internacionais Tal representação terá de reunir, sempre, as condições que tornem honrosa e condigna a participação nacional. Com tal objectivo, a Direcção da UVP-Federação Portuguesa de Ciclismo aprova, para vigorar a partir da época de 2009, o seguinte:REGULAMENTO DAS SELECÇÕES PORTUGUESAS DE CICLISMO Art. 1º A organização e regime disciplinar especial das Selecções Portuguesa de Ciclismo são estipulados pelo presente Regulamento. PARTE I - ORGANIZAÇÃO Art. 2º Selecção Portuguesa de Ciclismo é o conjunto de ciclistas escolhidos para representar Portugal em qualquer acontecimento ciclista internacional, qualquer que seja a sua organização ou o tipode provas a participar. Art. 3º São acontecimentos ciclistas internacionais, designadamente, os Campeonatos do Mundo, os Campeonatos Continentais, os Jogos Regionais, os Jogos Olímpicos e demais provas internacionais. Art. 4º Constitui-se em “Comitiva Ciclista Nacional” ou “Selecção Nacional” o conjunto de pessoas que integram uma representação nacional a um acontecimento internacional, comociclistas, membros da equipa técnica ou delegados ou directores federativos. Art. 5º À Comitiva compete participar de forma adequada nas provas e cerimónias e actos sociais. Art. 6º A organização e direcção das Selecções Nacionais compete à UVP-Federação Portuguesa de Ciclismo através da sua Direcção.

Regulamento das Selecções Nacionais de Ciclismo Versão 25-07-09

1/6

Art. 7º A Direcção daUVP-Federação Portuguesa de Ciclismo poderá delegar essa competência, sempre que o entender necessário e da forma mais adequada, por determinado período de tempo ou para a participação em acontecimentos desportivos específicos. A delegação desta competência deverá prioritariamente ser feita às Associações Regionais de Ciclismo Art. 8º Compete à UVP-Federação Portuguesa de Ciclismo, designadamente:8.1 Nomear a Equipa Técnica; 8.2 Aprovar e publicar a lista dos ciclistas seleccionáveis; 8.3 Aprovar e publicar os planos de preparação e de participação e convocar a Selecção Nacional; 8.4 Proporcionar as condições necessárias a uma representação nacional condigna; 8.5 Assegurar o cumprimento dos deveres e o exercício dos direitos de todos os participantes da Selecção Nacional; 8.6 DesignarDelegados para acompanhar os trabalhos da Selecção Nacional e para a representar junto desta; 8.7 Exercer a acção disciplinar. Art. 9º

A Selecção Nacional integra: 9.1 Directores ou Delegados Federativos 9.2 A Equipa Técnica 9.3 Os Ciclistas

Art. 10º O ou os Directores ou delegados federativos coordenarão o trabalho das selecções e representarão os mesmos nas cerimónias e actos sociais. Art. 11ºA Equipa Técnica tem a composição fixada pela UVP-Federação Portuguesa de Ciclismo que designará os seus elementos e respectivas funções, bem como o âmbito e período de exercício das mesmas. Art. 12º Deverá incluir quem, devidamente habilitado e licenciado, exerça as funções de seleccionador, treinador, médico, massagista e mecânico. Art. 13º É dever dos elementos da Equipa Técnica o desempenhozeloso das funções que lhes forem atribuídos.
Regulamento das Selecções Nacionais de Ciclismo Versão 25-07-09

2/6

Art. 14º Qualquer ciclista inscrito na UVP-Federação Portuguesa de Ciclismo fica obrigado a exercer a sua actividade na Selecção, se para tal for devidamente convocado. Art. 15º No início de cada época, a UVP-Federação Portuguesa de Ciclismo publicará: 14.1 Um plano das provasàs quais prevê enviar representações nacionais, com indicação das datas de realização e da sua natureza; 14.2 Uma lista de seleccionáveis, com o nome, classe e categoria dos ciclistas cuja convocação considera provável com vista à participação nessas provas. 14.3 A UVP-Federação Portuguesa de Ciclismo poderá decidir a participação da Selecção em provas não integradas no plano ou a convocatória de...
tracking img