Refino do petroleo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2127 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS
CENTRO DE TECNOLOGIA
CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA

PRODUÇÃO, REFINO, TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃO DO PETRÓLEO

Alunos: João Paulo Paes
Isaac Pinho
Marcos Antônio Costa Júnior
Wagner Soriano

Professora: Débora Assis

Maceió-AL
2011
2.0 – REFINO

Consiste na etapa de processamento da mistura de hidrocarbonetos (óleo e gás), água e contaminantesproveniente da rocha reservatório a partir da perfuração do poço e sua posterior explotação.
O processo de refino é importante porque é a partir dele que ocorrerá a obtenção dos mais diversos produtos utilizados nas mais variadas aplicações. São os chamados produtos derivados do petróleo (gasolina, GLP, querosene, etc).
O processo de refino poderá ocorrer de duas maneiras:

a) UPGN(Unidade de Processamento do Gás Natural): processo de refino cuja matéria prima é o gás úmido ou gás não associado.

b) REFINARIA: as refinarias de petróleo constituem o mais importante exemplo de plantas contínuas de multiprodutos. Uma refinaria, em geral, processa um ou mais tipos de petróleo, produzindo uma série de produtos derivados, como o GLP (gás liquefeito de petróleo), a nafta, o querosene eo óleo diesel.
Cada refinaria é projetada e construída de acordo com:

a) o tipo de petróleo a ser processado;
b) as necessidades de um mercado.

Para tentar compatibilizar um tipo de petróleo com a necessidade de produzir certos derivados na quantidade e qualidade desejadas, cada refinaria é construída com um conjunto (ou arranjo) próprio de Unidades onde esse arranjo dasUnidades é chamado Esquema de Refino.
Um Esquema de Refino define e limita o tipo e a qualidade dos produtos da refinaria. Por isso, alguns derivados podem ser produzidos em todas ou apenas em algumas refinarias.
Durante a vida de uma refinaria, pode mudar o tipo de petróleo que ela recebe, como também podem mudar as especificações (qualidade) ou a demanda (quantidade) dosderivados por ela produzidos. Por isso pode-se dizer que toda refinaria tem um certo grau de Flexibilidade, isto é, uma capacidade de reprogramação dinâmica na operação do seu Esquema de Refino, que permite reajustar o funcionamento das Unidades para se adequar a mudanças no tipo de óleo e nas necessidades do mercado e ambientais.
Geralmente uma refinaria apresenta o seguinte Esquema de Refino, queserá abordado nos próximos tópicos:

(Esquema Geral de uma Refinaria)

Uma refinaria possui uma combinação de processo de destilação e de transformação. Assim, o óleo cru e estabilizado é primeiramente separado em sua frações constituintes através das destilações e, posteriormente, algumas faixas do corte na destilação têm a necessidade de sofrer um processo detransformação, com o objetivo de se reduzir maiores quantidades de produtos mais leves e mais nobres.

Os processos de refino são classificados em:

A) PROCESSOS DE SEPARAÇÃO: Destilação Atmosférica e à Vácuo
B) PROCESSOS DE CONVERSÃO: Viscorredução; Craqueamento Térmico; Coqueamento Retardado; Craqueamento Catalítico; Hidrocraqueamento; Reforma Catalítica; Isomerização e Alquilação Catalítica.
C)PROCESSOS DE TRATAMENTO OU PROCESSOS DE ACABEMENTO: Dessalgação Eletrostática; Tratamento Cáustico; Tratamento Merox; Tratamento Bender; Tratamento Dea/Mea; Hidrotratamento.
D) PROCESSOS AUXILIARES: Geração de Hidrogênio; Recuperação de Enxofre;

2.1 - Unidades de Destilação de Petróleo

O petróleo bruto, ou cru, deve ser submetido à destilação para que tenha seu potencial energéticoefetivamente aproveitado. As “unidades de destilação” ou “refinaria de petróleo” são as instalações onde se separam as diversas frações que compõem o petróleo cru através da destilação, ou seja, nessas unidades as frações de petróleo são separadas em função da diferença em suas faixas de ponto de ebulição. Normalmente as refinarias contam com duas unidades de processo para efetuar a destilação do...
tracking img