Recalcamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2312 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
OS TRÊS TIPOS DE RECALCAMENTO

O RECALCAMENTO ORIGINÁRIO.
Quando Freud afirma que o recalcamento só está presente a partir da divisão entre Inc. e Prec./Consc., a afirmação faz pleno sentido na medida em que sabemos que ele é um mecanismo do qual lança não o sistema Prec./Consc. para impedir que certos conteúdos do sistema Inc. tenham acesso à consciência. Portanto, não existindo o sistemaPrec./Consc.,não existe ainda a instância recalcadora e, por decorrência, não existe o próprio recalque. Mas, por outro lado, quando perguntamos pelo que produz a cisão do psiquismo em dois sistemas distintos, obtém os como resposta que é o recalcamento. Há, pois, aqui uma certa confusão. Ou bem o recalcamento é um mecanismo do sistema pré-consciente ou bem ele é o responsável pela cisão do psiquismoe, portanto, constituinte de cada um dos sistemas. Para resolver essa aparente contradição, Freud lança mão da distinção entre recalcamento originário (Urverdrängung) e recalcamento propriamente dito (Verdrängung)  ou  posterior  (Nachdrängen). Na análise do caso de Schreber, Freud distingue três fases no processo de recalcamento e essa distinção permanece, com pequenas alterações, no artigometapsicológico de1915. São elas: a fixação, recalcamento propriamente dito e o retorno do recalcado. É essa primeira fase, a da fixação ou inscrição, que ele vai denominar recalcamento originário. Freud apontava a fixação como a “precursora e condição necessária de todo recalcamento”e a descrevia como sendo o mecanismo segundo o qual a pulsão era inibida em seu desenvolvimento e permanecia fixadanum estágio infantil, mantendo-se inconsciente (não no inconsciente recalcado, pois este ainda nãose constituiu). O ponto de vista adotado por Freud sobre a questão é menos genético e o termo “inscrição” e mais apropriado para designar o recalque originário. É, porém, na análise do caso O Homem dos Lobos que podemos retirar o que há de mais esclarecedor em Freud sobre o recalcamento originário.
Opaciente é um jovem russo que procurou Freud para um tratamento analítico por se sentir inteiramente dependente das outras pessoas e incapacitado para a sua vida. Com 3 anos de idade, ele teve uma fase de mau comportamento que foi seguida de uma outra em que predominavam os sinais de neurose, e o limite entre uma fase e outra foi demarcado por um sonho que foi o material a partir do qual Freudreconstruiu a história do rapaz e cuja interpretação foi um empreendimento que durou vários anos. O paciente sonhou que era noite e que estava deitado na cama. (O seu leito tinha o pé da cama voltado para a janela: em frente da janela havia uma fileira de velhas nogueiras, sabia que era inverno e que estava de noite.) No sonho a janela abria e ele ficou aterrorizado ao ver alguns lobos brancossentados na grande nogueira em frente da janela. Com medo de ser evidentemente comido pelos lobos, gritou e acordou. Sua babá correu até a sua cama para ver o que havia acontecido. Levou muito tempo até que o convencesse de que fora apenas um sonho.

O paciente associava o sonho com a lembrança de um livro infantil no qual aparecia a figura de um lobo com o qual sua irmã o amedrontava. No entanto,através de um trabalho extremamente meticuloso e que só nos últimos meses de analise foi concluído, Freud chegou ao seu significado completo. A partir das associações fornecidas pelo paciente, Freud chega à conclusão de que o que emergiu naquela noite, a partir do inconsciente do sonhador, foi uma cena de uma cópula entre os pais numa posição peculiar: o pai em pé atrás da mãe e esta dobrada parafrente como um anima. O paciente associava a posição do pai com a do lobo no conto de fadas. A angústia que o menino passou a manifestar a partir do sonho - o medo de ser devorado pelo lobo — nada mais era do que a transposição do desejo de ser copulado pelo pai, isto é, de obter satisfação sexual da mesma maneira que a mãe. Seu pai era o lobo que trepava e sua mãe era o lobo castrado que...
tracking img