Quimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1130 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
VEST-UFES 2008/1

I. Calculando a massa de cada elemento presente em 1 mol de ácido: a) 100 g do ácido ___________ 32 g de C _____________ 4 g de H __________ 64 g de O 150 g do ácido ___________ mC ___________________ mH ______________ m0 mC = 48 g mH = 6 g m0 = 96 g de O

II. Calculando o número de mols: 12 g __________ 1 mol de C 48 g __________ nC nC = 4 mols de C 16 g __________ 1 mol deO 96 g __________ nO nO = 6 mols de O Fórmula molecular = C4H6O6 b) 1 g ____________ 1 mol de H 6 g ____________ nH nH = 6 mols de H

O

OH

OH

O

C — CH — CH — C HO OH

c) O composto possui 2 átomos de carbonos quirais iguais. Logo, a molécula apresenta apenas dois isômeros ópticos ativos. Comentário: Uma questão que envolve conceitos de cálculo químico misturada com fórmulasestruturais de compostos orgânicos e ainda isomeria óptica. Questão bem elaborada e de nível médio.

1
G:\2007\Reprografia\Documentos\Resolução UFES 2008-2ª ETAPA\QUIMICA.doc

VEST-UFES 2008/1

a) Ácido mais forte: Ácido dicloroetanóico Ácido mais fraco: Ácido Butanóico b) CH3COOH 0,5 mol/L –x 0,5 – x ~0,5mol/L CH3COO – 0 +x x + H+ 0 +x x

Início Ioniza Equil.

⎡CH3 COO- ⎤ . ⎡H + ⎤ ⎣ ⎦ ⎣ ⎦Ka = [CH3COOH]
1,8 . 10–5 = x2 = 9 . 10–6 x=

x. x 0,5

9 .10 −6

3.10-3 ml/L

Conferindo o α : 0,5 m/L ______ 100% ______ x 3 . 10–3 m/L

α = 0, 6%
Como o α < 5% o arredondamento na tabela (0,5 – x ~0,5 mol/L) foi adequado. Resposta: o grau de dissociação do ácido é 0,6% (0,006) [H+] = x = 3 . 10–3 mol/L pH = – log [H+] pH = – log 3 . 10–3 pH = – [log 3 + log10–3] pH = – [0,47 + (–3)]Resposta: pH=2,53 2
G:\2007\Reprografia\Documentos\Resolução UFES 2008-2ª ETAPA\QUIMICA.doc

VEST-UFES 2008/1

Comentário: A questão foi considerada fácil, cobrando tópicos constantes do programa e adequados para um estudante do Ensino Médio.

a)
2+ Fe (aq) + 2e– → Fe (s) 3+ Fe (s) → Fe (aq) +3 e–

ε 0 = -0,44V, ∆G1 = - n1Fε 0 1 1 ε 0 = +0,04V, ∆G2 = - n2Fε 0 2 2 ∆G3 = ∆G1 + ∆G 2 , ∆G 3= − n 3 Fε0 3

__________________________
2+ 3+ Fe (aq) → Fe (aq) + e– 0 -n3 Fε 0 = - n1 Fε1 - n2 Fε 0 2 3

ε0 = 3

0 n1ε1 + n2 ε 0 2.(– 0,44) + 3.0,04 2 = n3 1

ε 0 = - 0,88 + 0,12 3
ε 0 = - 0,76V 3
Resposta: o potencial de oxidação da reação Fe2+ → Fe3+ + e– vale – 0,76V.

3
G:\2007\Reprografia\Documentos\Resolução UFES 2008-2ª ETAPA\QUIMICA.doc

VEST-UFES 2008/1
b) 4Fe(s) → 4Fe3+ + 12 e – 3O2(g) + 6H2O( ) + 12 e – → 12OH–
l

ε 0 =+ 0,04V ox
ε 0 =+ 1, 23 V red
l

__________________________________________________ + Resposta: 4Fe(s) + 3O2(g) + 6H2O( ) → 4Fe3+ + 12OH–

ε 0 =+ 1, 27 V

c) Como a questão aborda apenas situações nas condições padrão (itens A e B), não iremos considerar a influência da temperatura e das concentrações.
3+ Para que a oxidação deFe(s) a Fe(aq) seja espontânea, ∆Go deve ser negativo (ou ε 0 deve ser positivo).

Porém, para que isto ocorra, vai depender do oxidante, o q ual deverá ter potencial padrão de redução maior que – 0,44V. No item B, temos um caso em que isso ocorre. Na presença de umidade e de oxigênio, o Fe(s) é oxidado espontaneamente a Fe3+, visto que o pontecial da reação é positivo (+1,27V), o que implica em∆Go negativo. Comentário da questão: O item A desta questão exigia do candidato um conhecimento mais amplo sobre o assunto. Os livros de ensino médio não fazem esta abordagem. Portanto, consideramos que este item não contribuiu para avaliar diferenças de conhecimentos adquiridos no ensino médio. Já os itens B e C estão de acordo com o esperado.

4
G:\2007\Reprografia\Documentos\Resolução UFES2008-2ª ETAPA\QUIMICA.doc

VEST-UFES 2008/1

a) CaH2(s) + 2H2O( ) → Ca(OH)2(aq) + 2H2(aq) 1molde CaH2 _______ 2mols deH2 ↓ 420gde CaH2 _______ n n = 20mols deH2 1moldeH2 _________ 22,4L nasCNTP 20mols deH2 _______ y v = 448L ↓ 42gde CaH2 _______ 2mols deH2

b) I)CH4(g) + H2O(g) → CO(g) + 3H2(g) II) CO(g) + H2 O(g) → CO2(g) + H2(g) CH4(g) + 2H2O(g) → CO2(g) + 4H2(g)
Sim pois, apesar de na...
tracking img