Quimica e bioquimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1965 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS
INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

PROPIEDADES DAS SUBSTÂNICIAS IÔNICAS E MOLECULARES: CONDUTIVIDADE ELÉTRICA DE SUAS SOLUÇÕES

GOIÂNIA-GO

Junho-2011

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS_LICENCIATURA NOTURNO

PROPIEDADES DAS SUBSTÂNICIAS IÔNICAS E MOLECULARES: CONDUTIVIDADE ELÉTRICA DE SUAS SOLUÇÕES

GOIÂNIA-GO

MAIO-2011
04
05
06
08
1213
ÍNDICE
RESUMO ______________________________________________________________________
INTRODUÇÃO__________________________________________________________________
MATERIAIS E MÉTODOS _______________________________________________________
RESULTADOS E DISCUSÃO _____________________________________________________CONCLUSÃO___________________________________________________________________
BIBLIOGRAFIA_________________________________________________________________

RESUMO

Neste relatório será discutida a condutividade elétrica das substâncias iônicas e moleculares quando em soluções, tendo como base o nível de dissociação em água. Essas propriedades serão ilustradas na utilização de experimentos com reações de diluição que promovam a ionização e a dissociaçãoiônica na condução da corrente elétrica de maneira que as evidenciem e que possa permitir uma análise mais direta daquilo que se pretende alcançar no estudo.
A água é considerada um solvente universal justamente porque a maioria das substâncias (principalmente os eletrólitos) são dissolvidos em água e por isso foi escolhida para o experimento, mas haverá uma diluição usando outro tipo de solvente(hidróxido de amônio e ácido acético).
O mecanismo experimental é fundamental para que se tenha uma visualização das propriedades químicas e físicas que envolvem o estudo e contribuem para uma análise empírica das situações de condutividade elétrica em solução de substâncias iônicas e moleculares.

INTRODUÇÃO

Algumas substâncias quando em meio aquoso são capazes de conduzir eletricidade.Isso se deve porque há uma dissociação de átomos em íons com carga elétrica positiva (cátion) e negativa (ânion). Estas substâncias são chamadas de eletrólitos e ocorre uma migração de íons na solução dos eletrólitos.
Para classificarmos o grau de condutibilidade elétrica de um eletrólito devemos levar em consideração a concentração, o grau de ionização e a natureza do solvente. Dessa forma podemosdividir em soluções eletrolíticas e não eletrolíticas, segundo sua capacidade de conduzir ou não eletricidade.
O processo em que os íons são liberados no líquido é chamado de dissociação. Algumas substâncias moleculares que tem caráter iônico podem sofrer um processo chamado ionização. Conforme a maior ou menor capacidade de condução de eletricidade da solução, os eletrólitos podem serclassificados em eletrólitos fracos e fortes.

MATERIAIS E MÉTODOS

Para a realização do experimento foram utilizados os seguintes instrumentos:
* Béquer (100 ml);
* Água destilada (H2O);
* Sacarose (C12H22O11);
* Ácido acético (CH3COOH);
* Ácido acético glacial (ácido acético anidro);
* Hidróxido de amônio (NH4OH);
* Cloreto de sódio (NaCl);
* Lâmpada conectada a umafonte elétrica e com dois eletrodos de cobre para imersão em soluções.
PROCEDIMENTO
Iniciou-se o procedimento com a transferência 30 ml de água destilada e deionizada para um béquer de 100 ml. Em seguida mergulhou-se dois eletrodos de cobre, conectados a uma fonte elétrica, como demonstra a figura abaixo. Verificou-se a condutividade elétrica da água observando a intensidade da luz na lâmpada.Não há a presença de condução de eletricidade.
Béquer
Líquido
Fonte elétrica

Eletrodos
Lâmpada
Fios condutores

Foi adicionada, ao béquer contendo água, uma espátula de sacarose e agitou-se até haver a dissolução completa do sólido e voltou-se a medir a condutividade elétrica. Ao medir a condutividade elétrica a lâmpada não acende.
Transferiu-se 30 ml de solução 1,0 mol/L de ácido...
tracking img