Questao social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1640 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

















































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3
2 DESENVOLVIMENTO 4
3 CONCLUSÃO 8
REFERÊNCIAS: 9
INTRODUÇÃO

A atividade desenvolve a partir da análise do vídeo “Crianças invisíveis Bilú e João” com o objetivo de proporcionar uma reflexãocrítica acerca da sociedade capitalista, as desigualdades sociais e as diversas expressões da questão social.
A critica em relação ao vídeo assistido consiste não só no nosso País – Brasil e sim uma realidade mundial. O descaso com a infância, com a pobreza e suas perversidades. A infância não vivida tem grandes reflexos na idade adulta, quando se chega à vida adulta.
A “questão social” é aexpressão das desigualdades e lutas sociais em suas múltiplas manifestações e todos os segmentos sociais envolvidos.
Realizou-se também uma visita e um estudo no município de Itumbiara no Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos que aderiu o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, programa este da Proteção Social Especial, para direcionar as discussões sobre o assunto construindo umtexto que retrate o contexto social das crianças pobres no Brasil tendo como foco a evasão escolar e o trabalho infantil.
Foram levantadas pesquisas bibliográficas que embasaram as discussões, mostrando, dentre outras que cuidar da infância e da juventude é uma missão de todos personalizada no papel do Assistente Social em parceria com os órgãos públicos.





DESENVOLVIMENTO

OVídeo “Crianças Invisíveis” Projeto apoiado pela UNICEF, com o objetivo de mostrar a terrível situação na qual as crianças vivem hoje. . Os maus tratos com as crianças fazem parte do cotidiano de praticamente todas as nações do mundo.
A história retrata a dura realidade das crianças que vivem em situação de vulnerabilidade social exposta a violência, exploração, descriminação, racismo, drogas,irregularidades entre tantos problemas, fazendo com que abreviam a infância e forçam as crianças a amadurecerem prematuramente às custas de grandes sofrimentos.
“Os personagens Bilu e João apresentam o cotidiano de dois irmãos de uma favela que se divertem enquanto fazem pequenos trabalhos bicos”, recolhendo papelão, latinhas de alumínio e outros objetos recicláveis para ajudar no sustento dafamília e saciar as vontades enquanto criança, um desejo de alimentação diferenciada.
A imaginação de uma carroça em um carro de corridas, ao jogo improvisado na feira, ao atrevimento de Bilu simpatia, solidariedade encontrada no caminho, a criatividade para driblar as adversidades encontradas pelo caminho longo, da fome, da escassez do dinheiro e o amor fraterno de um pelo outro. A utilização daMetrópole para cenário onde escancarado arranhas céus demonstram as desigualdades e logo abaixo destacando a favela comprimida em um pedaço de rua.
O crescimento econômico nos últimos 20 anos não repercutiu igualmente nas diversas classes sociais com isso a população mais pobre sofreu duramente com conseqüências negativas desse processo.
A crescente concentração de riqueza na mão de poucos, osalário mínimo vergonhoso, o desemprego, o aumento da criminalidade, falta de saneamento básico e de assistência à saúde tudo isso faz parte do cotidiano sofrido das pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social.
E a desigualdade social acontece quando a distribuição de renda é feita de forma diferente sendo que a maior parte fica nas mãos de poucos. No nosso País a desigualdade socialé uma das maiores do mundo. Devido á essas más distribuições, hoje existem jovens vulneráveis a exclusão social, que os torna cada vez mais supérfluos e incapazes de ter uma vida digna. Muitos das crianças e jovens de baixa renda crescem sem ter estrutura na família devido a uma série de conseqüências causadas pela falta de dinheiro sendo: briga entre pais, discussões diárias, falta de...
tracking img