Psicopedagogia e metodo das boquinhas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (729 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A psicopedagogia e a fonoaudiologia são áreas de fundamental importância no diagnóstico dos transtornos de aprendizagem, bem como no seu tratamento. Somente através do trabalho integrado entre essasduas áreas, poderemos realmente almejar uma intervenção que promova sucesso, em curto espaço de tempo, que resgate a credibilidade e a auto-estima de nossas crianças/clientes (Jardini, 2006).
Adislexia é um Distúrdio do processo fonológico (PENNIGTON, 1997), que afeta a capacidade em lidar com a linguagem escrita, sem concomitantes déficits cognitivos gerais nem na linguagem oral (SANTOS eNAVAS, 2002). Segundo o Orton Dyslexia Society Research Comittee (apud SANTOS e NAVAS, 2002) é um distúrbio específico de linguagem, caracterizado por dificuldades na decodificação de palavras isoladas,causada por uma ineficiência no processamento da informação fonológica.
No programa de intervenção para os problemas de leitura desenvolvido por Orton (1937, apud SANTOS e NAVAS, 2002) elerecomendava uma abordagem mulissensorial que envolvia estimulação explícita de associação grafema-fonema, associação das letras em sílabas e, por fim, das sílabas em palavras..
O processo fônico utiliza a falae seus fonemas como ponto de partida para a aquisição dos grafemas, trabalhando as habilidades de consciência fonológica (Capovilla e Capovilla, 2002; Santos e Navas, 2002 apud Jardini, 2006). Alémdisso, foi acrescentada a consciência fonoarticulatória, os pontos de articulação de cada letra ao ser pronunciada isoladamente (articulemas, ou “boquinhas”).
O Método das Boquinhas dá subsídios esegurança para que a compreensão e reflexão sobre a linguagem escrita ocorram. Para ler é preciso aprender as correspondências entre grafema e fonema, mas para que isso ocorra são necessáriashabilidades em consciência fonológica.
Jardini (2006), realizou um estudo com 30 crianças que frequentavam a 1ª e 2ª série, sendo que, dessas, catorze eram disléxicas. Foi entregue um questionário aos pais...
tracking img