Protocolos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2778 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Protocolos de Roteamento
RIP e OSPF

Alexandre Urtado de Assis
aua@cbpf.br
Nilton Alves Jr.
naj@cbpf.br
http://mesonpi.cat.cbpf.br/naj

Resumo
Este trabalho aborda alguns protocolos de roteamento, especificamente os
principais protocolos de roteamento internos: RIP e OSPF. Será visto o funcionamento de
seus algorítmos bem como sua implementação nos roteadores e uma pequena
comparaçãoentre esses dois protocolos.

Palavras Chaves
Protocolos de Roteamento; RIP; OSPF.

C BPF-NT-011/00
_______________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________
3/13 19/9/2001
Protocolos de Roteamento

C BPF-NT-011/00_______________________________________________________________________

Índice

1. Introdução

5

2. Routing Information Protocol (RIP)

5

3. Open Shortest Path First (OSPF)

9

4. Vantagens do OSPF sobre o RIP

12

5. Conclusão

13

6. Referências

14

_______________________________________________________________________________________
Protocolos de Roteamento
4/13 19/9/2001

C BPF-NT-011/00_______________________________________________________________________________________

1. Introdução
A Internet foi criada pelo Departamento de Defesa dos EUA em 1969, com o
objetivo de construir um sistema de comunicação digital para tempos de guerra.
Entretanto, havia um grande problema: se uma das estações de transferência fosse
atacada? Houve então a necessidade de que as informações pudessem serrapidamente
redirecionadas, para contornar problemas com um dos nós.
A solução encontrada foi a criação de protocolos de roteamento que permitissem
a construção e atualização de tabelas de roteamento entre os gateways. Com o
crescimento da rede e consequentemente das tabelas de roteamento, foi necessário a
implantação de protocolos de roteamento hierárquicos. Assim os roteadores foramdivididos em regiões chamadas Autonomous System - AS, onde cada roteador conhecia
todos os detalhes de sua própria região e não conhecia a estrutura interna de outras
regiões.
Para uma rede local existem dois níveis de comunicação: interna ao AS, que
utiliza algoritmos de roteamento Interior Gateway Protocol - IGP e externa ao AS, que
utiliza algoritmos de roteamento Exterior Gateway Protocol – EGP.Neste trabalho
abordaremos os protocolos de roteamento interno: RIP e OSPF.

2. Routing Information Protocol - RIP
O protocolo RIP (Routing Information Protocol) utiliza o algorítmo vetor-distância.
Este algorítmo é responsável pela construção de uma tabela que informa as rotas
possíveis dentro do AS.

Algorítmo Vetor-Distância
Os protocolos baseados no algorítmo vetor-distância partemdo princípio de que
cada roteador do AS deve conter uma tabela informando todas as possíveis rotas dentro
deste AS. A partir desta tabela o algorítmo escolhe a melhor rota e o enlace que deve ser
utilizado. Estas rotas formam uma tabela. Cada uma destas rotas contém as seguintes
informações:


Endereço -> IP da rede;



Roteador -> Próximo roteador da rota de destino;



Interface-> O enlace utilizado para alcançar o próximo roteador da rota de
destino;



Métrica -> Número indicando a distância da rota (0 a 15), sendo uma rota
com métrica 16 considerada uma rota infinita;



Tempo -> Quando a rota foi atualizada pela última vez;

_______________________________________________________________________________________
5/13 19/9/2001
Protocolos de Roteamento C BPF-NT-011/00

_______________________________________________________________________

O protoco lo RIP utiliza o conceito broadcast, desta forma um roteador envia sua
tabela para todos os seus vizinhos em intervalos predefinidos de tempo (geralmente 30
segundos). Estas mensagens fazem com que os roteadores vizinhos atualizem suas
tabelas e que por sua vez serão enviadas aos seus...
tracking img