Propriedades gerais das respostas imunes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7607 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Propriedades Gerais das Respostas Imunes

O termo imunidade deriva da palavra latina immunitas, que se refere à proteção contra demandas judiciais que os senadores romanos sofriam durante o seu mandato. Historicamente, a imunidade significava proteção contra doenças e, mais especificamente, contra doenças infecciosas. As células e as moléculas responsáveis pela imunidade constituem o sistemaimunológico, e a sua resposta coletiva e coordenada a substâncias estranhas é denominada resposta imunológica.
A função fisiológica do sistema imunológico é a defesa contra micro-organismos infecciosos. Entretanto, até mesmo substâncias estranhas não infecciosas podem desencadear respostas imunológicas. Além disso, os mecanismos que normalmente protegem os indivíduos das infecções e que eliminamas substâncias estranhas também são capazes de provocar lesão tecidual e doenças em algumas situações. Portanto, uma definição mais abrangente de resposta imunológica consiste em uma reação a componentes de micro-organismos, bem como a macromoléculas, como proteínas e polissacarídeos, e a pequenas substâncias químicas que são conhecidas como elementos estranhos, independentemente das consequênciasfisiológicas ou patológicas dessa reação.
Em algumas situações, até mesmo moléculas próprias podem desencadear respostas imunológicas (as denominadas respostas autoimunes). A imunologia é o estudo da resposta imune nessa acepção mais ampla e dos eventos celulares e moleculares que ocorrem após um organismo entrar em contato com micro-organismos e outras macromoléculas estranhas.
Oshistoriadores frequentemente atribuem a Tucídides, em Atenas, no século V a.C., o mérito de ter sido o primeiro a usar o termo imunidade contra infecções à qual deu o nome de peste (mas que provavelmente não se tratava da peste bubônica que conhecemos hoje em dia). É possível que o conceito de imunidade protetora já existisse muito tempo antes disso, como sugere o antigo costume chinês de tornar ascrianças resistentes à varíola através da inalação de um pó feito das lesões cutâneas de pacientes que estavam se recuperando da doença.
A imunologia em sua forma moderna é uma ciência experimental, na qual as explicações dos fenômenos imunológicos baseiam-se em observações experimentais, com base nas quais são formuladas conclusões. A evolução da imunologia como disciplina experimental depende denossa habilidade em manipular a função do sistema imunológico em condições controladas. Historicamente, o primeiro exemplo claro dessa manipulação, e que continua constando entre os mais notáveis já registrados, foi a vacinação bem sucedida, empreendida por Edward Jenner, contra a varíola. Jenner, um médico inglês, observou que mulheres responsáveis pela ordenha das vacas que haviam se recuperado davaccínia nunca contraíam a varíola, que era mais grave.
Com base nessa observação, ele injetou o material de uma pústula de vacina no braço de um menino de 8 anos de idade. Quando, posteriormente, esse garoto recebeu inoculo intencional de varíola, ele não desenvolveu a doença. O tratado pioneiro de Jenner sobre a vacinação (do latim vaccinus, relativo a , ou derivado de vacas) foi publicado em1798. Isso levou a ampla aceitação desse método para induzir imunidade a doenças infecciosas, e a vacinação continua sendo o método mais efetivo de prevenção contra infecções. Um testemunho eloquente da importância da imunologia foi o anúncio feito pela Organização Mundial de Saúde, em 1980, de que a varíola foi a primeira doença a ser erradicada do mundo inteiro em decorrência de um programa devacinação.
Desde a década de 1960, tem havido uma transformação impressionante na nossa compreensão do sistema imunológico e de suas funções. Avanços nas técnicas de cultura celular (incluindo a produção de anticorpos monoclonais), imunoquímica, metodologia de recombinação de DNA, cristalografia por raios X e a criação de animais modificados geneticamente ( especialmente ratos transgênicos e...
tracking img