Proposta efluentes mdf

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1081 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PROPOSTA PROJETO/SERVIÇO Nº 001/2012




SITUAÇÃO: PROPOSTA PARA AVALIAÇÃO TÉCNICA DA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO INDÚSTRIAL DE UM COMPLEXO PRODUTIVO DE CHAPAS EM MDF.




Órgão/Empresa contratante: Floraplak MDF


1. OBJETO


Frequentemente as empresas buscam lidar com suas obrigações ambientais para adequarem-se aos requisitos legais, sem perceber, no entanto, aprovável economia que pode existir na execução de melhorias dentro do processo produtivo, incluindo o tratamento dos efluentes oriundos da cadeia produtiva.
O efluente líquido proveniente em grande parte da lavagem de cavacos apresenta características capazes de comprometer a qualidade do meio ambiente se não sofrer tratamento adequado. A principal problemática encontra-se na altaconcentração de matéria orgânica presente no efluente e da presença de resinas naturais provenientes da fibra celulósica.
Sendo responsável pelo envio de aproximadamente 10 carretas por dia de chapas de MDF, que se distribuem pelas regiões norte, nordeste e centro-oeste do país, a empresa apresenta um alto comprometimento com o cliente, fato este percebido no processo produtivo e nos testes de qualidade.Porém, para satisfazer também as necessidades ambientais, o grupo deve buscar o reaproveitamento de matéria-prima quando possível, objetivando garantir que sua produção não venha a ser comprometida seja por esgotabilidade de recursos ou inadequações aos requisitos legais.
O complexo industrial de produção de chapas de MDF é o único nessa região do país e por isso seu produto apresenta altademanda de mercado. Ao buscar implantar um sistema de tratamento de efluentes, a empresa prova seu comprometimento com o meio ambiente e manutenção da qualidade da água e ao reutilizá-la, prova sua preocupação com a racionalização e escassez do recurso hídrico.










2. ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS


O efluente deverá passar por uma etapa de pré-tratamento, queobjetiva principalmente a remoção das fibras da madeira ainda presentes no efluente. Secundariamente, o efluente passa para a etapa de tratamento primário, que tem por objetivo preparar o efluente para o tratamento biológico através da coagulação, sedimentação e flotação. Para finalizar o tratamento, o efluente deve ser submetido a um tratamento biológico anaeróbico pela ação de um reator UASB e emseguida um tratamento aeróbico em uma lagoa de aeração facultativa. O sobrenadante deverá retirado e o restante deve ser desinfectado e o lodo deve passar por um processo de secagem podendo ser destinado a um aterro sanitário.
[pic]




3. ESCOLHA TRÊS ATIVIDADES (mínimo de 5 linhas) E DETALHE CADA UMA DELA, BUSCANDO MOSTRAR AO CLIENTE A IMPORTÂNCIA DA EXECUÇÃO DESSAS ATIVIDADES.Reator UASB:

  Reator UASB é um tanque desenvolvido especificamente para promover as condições ideais para que as bactérias anaeróbias sobrevivam e utilizem o esgoto da maneira mais eficiente, degradando-o com rapidez. Isso se reflete em seu formato, medidas, proporcionalidade, conicidade, acessórios internos, existência de bitolas de tubos diferenciadas internamente que promovem avelocidade ideal de movimentação do lodo, etc.
 O UASB em funcionamento conjunto com o filtro biológico chegam a 90% de remoção de DBO (demanda bioquímica de oxigênio), produzindo um efluente que poderá ser disposto convenientemente sem causar danos e agressões ao meio ambiente, solos e lençóis freáticos, alem de atender plenamente aos padrões exigidos pelos órgãos fiscalizadores e ambientais.
Umreator RAFA tem tempo de retenção de 4 a 8 horas e são tanques totalmente fechados, estanques, que dispensam manutenção. Somente é necessária a limpeza através de caminhões limpa-fossas esporadicamente, a cada 3 ou 4 anos. Não há possibilidade de vazamentos. 

Lagoas Aeradas Facultativas:

A principal diferença entre este tipo de sistema e uma lagoa facultativa convencional é que o oxigênio,...
tracking img