Projeto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 160 (39938 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Igreja Mártir do Presente

TORTURADO POR AMOR A CRISTO
Narrativa dos sofrimentos e do testemunho da IGREJA SECRETA
nos países atrás da Cortina de Ferro.
RICHARD WURMBRAND - Tradução Rev. Israel Gueiros Filho.
1976 Publicação da "VOZ DOS MÁRTIRES"
Digitalizado por: Dimas Silva

Digitalizado com exclusividade para:

Richard Wurmbrand
O playboy que se tornou pregador — esteve preso durante 14anos em cadeias comunistas.
Os guardas tentaram forçá-lo a confessar que pertencia a uma rede de espionagem imperialista.
Foi açoitado, torturado e obrigado a ingerir drogas.
Apesar de tudo ele resistiu e ficou firme.
Passou dois anos na "cela da morte" — assim chamada por não ter voltado ninguém dali com vida.

2

Título do original em inglês "Tortured for Christ"

1* Edição em português, junho
2*Edição em português, novembro
3* Edição em português, maio
4* Edição em português, junho
5* Edição em português, julho
especial ilustrada

de 1970
de 1970
de 1972
de 1973
de 1976

Revisão da Equipe:
"VOZ DOS MÁRTIRES - BHF"
Composto e impresso na IMPRENSA METODISTA

3

ÍNDICE
Quem é o autor

.................

05

............................

06

........................

07...................

08

Capítulo I ...........................

09

Capítulo II ..........................

21

Capítulo III ........................

31

Capítulo IV ........................

34

Capítulo V............................

54

Capítulo VI .........................

66

Capítulo VII .........................

78

Prefácio
Introdução

Oferecimento

4

QUEM É O AUTOR
O Rev. Richard Wurmbrand é oministro evangélico que passou 14 anos como
prisioneiro dos comunistas, torturado em sua própria terra, a Romênia. É um dos mais
conhecidos líderes evangélicos, autor e educador. Poucos nomes são mais conhecidos
em sua terra natal.
Em 1945, quando os comunistas tomaram a Romênia e tentaram submeter às
Igrejas aos seus propósitos, Richard Wurmbrand imediatamente iniciou um ministério
eficiente e vigoroso,pelo processo chamado "subterrâneo", destinado à pregação do
Evangelho ao seu povo escravizado pelos soldados russos invasores. Foi preso em 1948
com sua esposa Sabina. Durante três anos sua esposa trabalhou escravizada e Richard
Wurmbrand passou esse tempo numa prisão solitária — sem ver qualquer pessoa, a não
ser os seus torturadores comunistas. Depois de três anos foi transferido para umacela
coletiva, onde as torturas continuaram durante cinco anos.
Por causa de sua liderança cristã internacional, diplomatas de embaixadas
estrangeiras indagaram ao governo comunista sobre sua segurança. A resposta foi que
ele havia fugido da Romênia. Elementos da polícia secreta, passando como excompanheiros de prisão, disseram à sua esposa que assistiram ao seu funeral no
cemitério da prisão. Suafamília na Romênia e seus amigos de outros países foram
avisados que deveriam esquecê-lo em vista de já estar morto.
Depois de oito anos foi solto e imediatamente reassumiu seu trabalho na Igreja
Subterrânea. Dois anos depois, em 1959, foi outra vez preso e condenado a 25 anos de
reclusão.
Foi solto em 1964 por uma anistia geral e mais uma vez prosseguiu em seu
ministério secreto. Levando emconsideração o grande perigo de um terceiro período na
prisão, crentes da Noruega negociam com as autoridades comunistas sua permissão para
deixar a Romênia. O governo comunista havia iniciado a "venda" dos seus presos
políticos. O preço da libertação de um prisioneiro era de 800 libras, mas o preço de
Wurmbrand foi fixado em 2.500 libras!
Em maio de 1966 testemunhou ele em Washington perante a Subcomissãode
Segurança Interna do Senado Americano, ocasião em que tirou a camisa para mostrar
aos presentes dezoito profundas cicatrizes provocadas pelas torturas físicas recebidas.
Sua história foi levada a todo o mundo pela imprensa livre dos Estados Unidos,
da Europa e da Ásia. Em setembro de 1966 foi advertido que o regime comunista da
Romênia decidira eliminá-lo. Apesar disso não silenciou e...
tracking img