Projeto e pesquisa social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4584 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Rio Claro/SP
2012









Sumário

I – Introdução___________________________________________________


II- Desenvolvimento_______________________________________________

III- Preponderância do pensamento científico e sua metodologia enquanto pilar para o entendimento da realidade social pesquisada em Serviço social_______

IV- Articulações orgânicas entre a produção deconhecimento e a prática_____

V- Grandes campos temáticos de estudo do Serviço Social________________

VI- A realidade dos idosos no abandono dos seus familiares_______________

VII - Procedimentos formais de método e sistematização de conhecimentos e idéias__________________________________________________________

VIII- Levantamento das fontes de pesquisa bibliográfica__________________IX- Ficha bibliográfica_____________________________________________

X- Considerações finais____________________________________________

XI- Relatório final_________________________________________________

XII- Referência bibliográfica_________________________________________











I- Introdução


O campo científico faz uso de uma série de instrumentos deinvestigação e padronizações de procedimentos, que foram, ao longo de décadas, pensados e aprimorados.
Sob o nome de Metodologia do Trabalho Científico, esses instrumentos e procedimentos visam à construção de técnicas de pesquisa voltadas ao aprimoramento das práticas acadêmicas. Esta atividade objetiva contribuir para o planejamento e elaboração de trabalhos acadêmicos, lapidando o caminhopara boas práticas de pesquisa e diferenciando o conhecimento do senso comum do conhecimento científico.
O presente trabalho tem como objetivo o estudo sobre o abandono afetivo dos idosos pelos seus familiares, na busca da indenização por dano moral em virtude de tal desamparo.
O descaso total com aquele pioneiro, responsável pela fundação da própria família, o conquistador dos seusvalores, cultura e patrimônio, é sem dúvida o maior sinal de que o mundo beira ao abandono e falta de solidariedade. A maior demonstração de que seus filhos não foram capazes de retribuir, com a mesma dedicação e carinho, os mesmos cuidados que tiveram quando vieram ao mundo. Para estes filhos o abandono constitui um crime.






















II - DesenvolvimentoNecessário dizer que o Estatuto do Idoso considera idosas as pessoas com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos (art.1°), afirmando que o envelhecimento é um direito personalíssimo e a sua proteção um direito social (art.8°), além de garantir entre outros direitos, a moradia digna, no seio da família natural ou substituta, ou acompanhamento de seus familiares, quando assim o desejar(art. 37).
Devemos lembrar que a expressão “idosa”, já constava no texto da Constituição de 1988, fazendo menção no art. 229 de que os filhos maiores têm o dever de ajudar e amparar os pais na velhice, carência ou enfermidade, e no art. 230 de que a família, a sociedade e o Estado têm o dever de amparar as pessoas idosas, assegurando sua participação na comunidade, defendendo sua dignidadee bem-estar e garantindo-lhes o direito à vida.





III- Preponderância do pensamento científico e sua metodologia enquanto pilar para o entendimento da realidade social pesquisada em Serviço Social


Num mundo onde mudança tem determinado um olhar mais profundo e com a presença da tecnologia no meio em que vivemos o conhecimento cientifico tem feito parte inerente noprocesso de investigação.
Segundo autor MATTOS nos relata que a ciência e filosofia caminham juntas e ambas tem que estarem juntas como se fosse um casamento “até que a morte as separem”.
Conhecimento científico é quando desejamos realizar uma pesquisa, estudar o tema de modo sistemático mesmo que não fossemos usar essa pesquisa para um trabalho acadêmico.
Senso comum é a forma...
tracking img