Projeto: a arte como caminho e transformação dos individuos com depências quimicas.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1786 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
“Seu caminho, cada um o terá que
descobrir por si. Descobrirá
caminhando. Contudo, jamais seu
caminhar será aleatório. Cada um
parte de dados reais; apenas o
caminho há de lhe ensinar como os
poderá colocar e com eles irá
lidar.
Caminhando, saberá. Andando, o
indivíduo configura o seu
caminhar. Cria formas, dentro de
si e em redor de si. E assim como
na Arte o artista se procura nasformas da imagem criada, cada
indivíduo se procura nas formas
do seu fazer, nas formas do seu
viver. Chegará a seu destino.
Encontrando, saberá o que
buscou.”
Faiga Ostrowe

Título: A Arte como caminho para a transformção.

Projeto: A Arte como caminho e transformação dos individuos com depências quimicas.

Caracterização do Problema:
A dependência química é um temarelevante, em especial, em nossa sociedade contemporânea e envolve aspectos complexos e abrangentes.
O laboratorio de Neurociências do Instituto de Psiquiatria da USP, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, assim conceitua a dependencia quimica:
- a dependência quimica é uma sindrome caracterizada pela perda do controle do uso de determinada substância psicoativa. Os agentes psicoativosatuam sobre o sistema nervoso central, provocando sintomas psiquicos e estimulando o consumo repetido dessa substância. Alguns exemplos são o alcool, as drogas ilicitas e a nicotina.

“A droga seduz e convida maliciosamente para uma aventura
perigosa e excitante e na verdade conduz a um poço profundo
e negro, na maioria das vezes sem volta. A ação criativa
estimula a pulsação de vida que cada umtem dentro de si. E a
VIDA é, de fato, a maior e mais completa AÇÃO CRIATIVA”
(VIBRANOVSKI, 2002, p.140).

Justificativa:
O uso da arte como recurso expressivo remonta aos tempos primordiais, quando os hieróglifos, os rituais e as mímicas representavam formas de comunicação do homem com o mundo interno e externo. A partir do estímulo ao potencial criativo inerente a todo indivíduo, e doresgate da “criança adormecida” e do lúdico em nossas vidas, surgem novas formas de expressão dos questionamentos íntimos, das angústias, dores e medos.
Através do desenho, pintura, colagem, modelagem, poesia, contos, dança, teatro etc, e da reflexão em torno do que é produzido, os conflitos internos passam a ganhar forma, sendo configurados, confrontados e integrados, agora de forma consciente.Como bem nos lembra Toquinho numa de suas canções (“Se um pinguinho de tinta cai num pedacinho azul do papel, num instante imagino...”), o contato com tintas, cores, barro, música, dentre outros materiais de trabalho, desperta no individuo estímulos sensoriais que favorecem o aparecimento de imagens carregadas de significados subjetivos. Alguns desses estímulos nos remetem a lembranças e memóriasafetivas, nos fazendo entrar em contato com a nossa história e com nossos sentimentos mais profundos. Essas imagens, emoções e conteúdos emergentes são então discutidos e analisados, possibilitando uma melhor elaboração por parte do ser. A materialização de imagens simbólicas permite o confronto e a conseqüente atribuição de significado às informações oriundas de níveis mais profundos edesconhecidos da psique. Transformando materiais, possibilita-se uma transformação no nível psíquico. Criando formas e corporificando símbolos, o indivíduo se recria, reconstruindo a sua relação consigo mesmo e com o mundo. Fundamental é a expressão do subjetivo, o diálogo interno e a desmistificação de conteúdos e símbolos inconscientes que tendem a nos assustar ou paralisar. A arte aqui é entendida comomeio de expressão e não cabe abordar questões de ordem acadêmica ou plástica. O valor simbólico da produção artística, precede o seu valor estético. Trata-se de um convite ao autoconhecimento através de um caminho lúdico, criativo e praseiro. Além disso, muitas vezes, torna-se mais fácil pintar uma angústia ou um trauma que falar sobre ele ...

1. Objetivo Geral:
* De forma lúdica...
tracking img