Projeto politico pedagogico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6408 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de fevereiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Educação Escolar do Campo A QUESTÃO CURRICULAR E METODOLÓGICA DA EDUCAÇÃO DO CAMPO NA ESCOLA TIRADENTES
Ladjane Fidelis Felinto/UFPB – ladjanee@hotmail.com Aleandra Alves de Holanda/UFPB – aleandraholanda@gmail.com Maria do Socorro Xavier Batista/ UFPB - socorroxbatista@gmail.com

Introdução Este artigo trata da analise do currículo na perspectiva da Educação do Campo na Escola Municipal deEducação Infantil e Ensino Fundamental Tiradentes localizada no município de Mari-Pb. A escolha por este objeto de estudo e ação educativa é decorrente da experiência que tivemos de participação no projeto de extensão intitulado: “Educação Popular do Campo em Assentamento de Reforma Agrária: trabalho e formação docente através de oficinas pedagógicas” (UFPB/CE/PRG), coordenado pela Professora Drª.Maria do Socorro Xavier Batista. O qual vem ocorrendo a partir da parceria entre a Universidade Federal da Paraíba e a escola desde o ano de 2007. A partir deste projeto a Escola Tiradentes vem desenvolvendo uma proposta curricular e metodológica apoiada na Educação do Campo, a qual se fundamenta nos princípios da educação popular. O trabalho realizado na escola conta com a participação ativa dosprofissionais da escola, integrantes da comunidade, e estudantes do curso de licenciatura em Pedagogia da Universidade Federal da Paraíba. Assim as experiências vivenciadas neste projeto instigaram o interesse em aprofundar e sistematizar nossos conhecimentos no que se refere à concepção curricular e a prática pedagógica na educação do campo. Para compreender o currículo e as práticas pedagógicas oestudo analisou as propostas de educação dos movimentos sociais do campo fundamentadas em princípios históricos, filosóficos, políticos e pedagógicos críticos, originados no pensamento educacional socialista, na pedagogia do oprimido de (FREIRE, 1987) e na denominada Pedagogia do Movimento (CALDART, 2004). Segundo esse paradigma educacional a base fundamental da educação deve ser o trabalhovinculado à realidade social concreta, ao trabalho social, como uma atividade socialmente útil. Pistrak e Anton Makarenko foram dois educadores que pensaram o trabalho como principio educativo. Eles pensavam a escola estruturada a partir da organização de coletivos, da auto-organização dos estudantes, que deveria ser coletiva, autônoma, criativa e participativa. O currículo pensado pelos inspiradoresda educação do campo deve se organizar por sistemas de complexos temáticos, ou temas geradores, como diria Freire. A proposta de trabalho desenvolvida através de temas voltados para a cultura dos assentados enriquece as situações de ensino e aprendizagem em sala de aula, problematiza as situações do cotidiano, relacionando com os conteúdos e metodologia, a fim de buscar orientar os conteúdoscurriculares à realidade do assentamento,
1

promovendo assim, ações que buscam integrar a escola com a comunidade e a participação dos assentados no projeto político pedagógico da escola; registrando e compartilhando com os colegas, a fim de produzir saberes advindos do processo de reflexão teórica e da prática histórica. A proposta metodológica se caracteriza como pesquisa qualitativa, na qualutilizamos como instrumento para coleta de dados em nosso trabalho de campo a observação participante, que implica na observação e no registro da comunidade escolar e a entrevista semi-estruturada, onde consta perguntas-chaves. Em seguida, trabalhamos o currículo desenvolvido pela escola que se faz coerente com a proposta que o MST defende, fundamentando os princípios Políticos, Filosóficos ePedagógicos, apontando a relação da Educação do Campo com os Movimentos Sociais de forma a estabelecer uma fundamentação teórica embasada nos seguintes pensadores: Marx, Pistrak, Makarenko, Paulo Freire. No que se refere ao resultado do trabalho realizamos uma reflexão sobre o currículo desenvolvido na prática pela escola, e sobre a experiência de ter a oportunidade de realizar este trabalho árduo, mas...
tracking img