Projeto integrado: uso e abuso de substâncias quimicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3393 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Introdução
Mulher, cocaína e feto. São temas que preocupam a sociedade, esse conjunto é perigoso e pode ser mortal. Apresentaremos as conseqüências da utilização desta substancia química, ilegal e de grande poder destrutivo da mente e do corpo, especificamente da mulher e da criança que esta carrega no ventre. Mostraremos algumas formas de tratamento psicológicos e físicos para estetranstorno. Dessa forma, o objetivo da abordagem é entender e apresentar os problemas causados pelo uso excessivo da cocaína na gestação e mostrando os efeitos aos leitores temos o intuito de conscientizar as pessoas dos malefícios dessa substancia e dos transtornos psicológicos que o abuso da droga poderá trazer para o futuro da criança e os transtornos no âmbito social que esta sofrerá em sua infância.2. Cocaína
Há pelo menos cinco mil anos a cocaína é inserida na humanidade, trata-se de uma planta derivada da coca (planta), natural dos altiplanos andinos (montanhas chapadas), já era consumida no século X a.C. o consumo desta folha para a civilização Inca era utilizada para suportar a fome e a fadiga. (Escohotado, 1996)
Os farmacêuticos e médicos adotaram a folha da coca, como parte daformula base dos medicamentos. Acreditavam que essa substancia era benigna, portanto não prejudicial à saúde (Karch, 1998).
A cocaína (benzoilmetillecgonnina) era utilizada na composição de bebidas alcoólicas e não alcoólicas como exemplo podemos citar uma das bebidas mais consumidas até hoje, a Coca-Cola e Vinho, (Angelo Mariani, 1863).
Além da cocaína não ser uma substancia letal, ela exalta ohumor, combater o morfinismo, alcoolismo, transtornos gástricos, asma, é afrodisíaco e anestésico local entre outros.Após estes estudos, Freud passa a perceber que a cocaína apresenta efeitos negativos como a dependência insônia depressão, comprovando que suas idéias anteriores estavam equivocadas e que o verdadeiro efeito da cocaína era uma doença mental acompanhada por uma dependênciaconsiderada irresistível (Sigmund Freud,1884).
A principal forma de consumo, nos dias de hoje, é intranasal e injetável e seus efeitos duram em torno de 30 minutos, causando grande euforia, aumentando as capacidades físicas, intelectuais e sexuais. Essa euforia se transforma rapidamente em irritabilidade e depressão que faz o individuo procurar novamente a droga (Park Davis, 1885).

3. O que motiva abusca pela droga?

As pessoas usam drogas para suprir uma necessidade, preencher uma lacuna, seja consciente ou não. É fundamental considerar principalmente as histórias sociais, afetivas e emocionais do individuo e não somente o aspecto orgânico. Os motivos da procura são biopsicossociais, por elas agirem sobre as sensações e percepções, surge como uma “fuga” dos problemas,ou simplesmente aprocuram por curiosidade, desejo de diversão, saber quais são as sensações que a droga proporciona. A vontade de pertencer a um grupo, que seus integrantes a utilizam como um “ritual”, e ele acaba por usar também pelo medo da exclusão do grupo. Existe a ilusão da resolução de problemas, usam drogas com o objetivo de reduzir sensações desagradáveis (por exemplo: dor, insônia, ansiedade, angustia,depressão) e também para potencializar sensações de prazer. Enfim, ela é destinada para diversos fins (OMS, 2000).

4. Cocaína na vida da mulher
Com o intuito de melhoria em terapias para dependentes, pesquisadores buscaram identificar subgrupos, e então descobriram que existe uma grande procura de tratamento no sexo feminino. Através dos tratamentos para essa população, foi alcançado o entendimentoque mulheres consomem a droga sozinhas isoladamente, diferente dos homens que o consumismo acontece sempre em grupo de amigos. O impacto da droga no organismo feminino é mais preocupante, do que no masculino, devido a fragilidade relacionando as alterações hormonais, que pode causar malefícios na produção de leite até ausência dos ciclos menstruais, sem contar os problemas psicológicos como a...
tracking img