Projeto efluente zero

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1131 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade da Região da Campanha – URCAMP
Centro de Ciências da Economia e Informática
Campus São Gabriel
Administração da Produção e Operações II –
Prof. Antonio Luiz Areosa









Projeto Efluente Zero – Liquigás











Fernando Siqueira

Pedro Cabral

Rodolfo Lemos











São Gabriel, 04 de Julho de 2012



Sumário:


1.Introdução
2. Case “Efluente Zero” – Liquigás
1. Transporte Interno de Botijões
2. Engarrafamento
3. Pintura dos Botijões
4. Reutilização da Água
5. Benefícios Alcançados
3. Conclusão
4. Bibliografia

























1. Introdução


Em tempos de Escassez de Recursos, como nos dias de hoje, é crescente a preocupação dapopulação mundial com a preservação destes bens essenciais a sobrevivência no planeta. Deste modo, as organizações, no mundo inteiro, acompanhando os anseios da população, vêm procurando maneiras de racionalizar o uso dos destes insumos de produção, bem como utilizando de programas de reutilização, de eliminação de sobras e obsolescência e diminuição da poluição, pela redução no consumo de energia oupela reciclagem de material.
Partindo destes preceitos, podemos afirmar que a reutilização de recursos que seriam descartados, também é uma forma de reciclagem, bem como reduz ou elimina a degradação do meio-ambiente gerada pelo descarte destes materiais não utilizados. Estes materiais descartados, na indústria, são chamados de efluentes, e sua redução e/ou eliminação é, hoje, uma questãode responsabilidade social da empresa com a sociedade em geral.
Sabedora dessas nuances do mundo moderno, a Liquigás, subsidiária da PETROBRÁS, responsável pelo engarrafamento e comercialização do GLP (gás de cozinha), está implementando projetos com o objetivo de atender a sociedade, e ao mesmo tempo, reduzir seus custos de investimentos em modernização, tratamento dos efluentes e de ordemfiscal e tributária, para o cumprimento da legislação pertinente aos crimes ambientais. Para isto, a Liquigás lançou mão do projeto “Zero Efluentes”.













2. Case “Efluente Zero” – Liquigás


O projeto da Liquigás, batizado de “Efluente Zero”, surgiu da visão de que as empresas, hoje, devem ter, além do foco na produção, o cuidado com os resultados de suaprodução e o impacto do seu descarte no meio ambiente, procurando preservar ao máximo os recursos naturais. A partir disto, a Liquigás lançou o, já mencionado, projeto, que busca o atendimento de 3 pontos chave para a empresa, que são: Redução consumo de água, seja a dos poços artesianos ou do bem público fornecido pelas concessionárias de abastecimento; diminuição dos gastos com o tratamento dosefluentes e a eliminação dos riscos legais, relacionados ao meio ambiente.
Para a implementação do “Efluente Zero”, a empresa partiu de uma análise minuciosa dos passos para o envasamento do gás, que utilizavam água no seu processamento. Foram analisados 3 processos: o Transporte interno dos botijões, o engarrafamento e a pintura dos botijões.



1. Transporte Interno deBotijões


O transporte dos botijões no processo de engarrafamento, dentro da fábrica, funciona da seguinte forma:
Um sistema de correntes transportadoras mecânicas, que são lubrificadas continuamente com uma solução de água e sabão. Existem caixas ao longo de todo o percurso das correntes, estrategicamente posicionadas, para armazenar a solução de água esabão. As correntes passam por dentro dessas caixas para que sejam lubrificadas durante toda a operação de transporte dos botijões. Ao passar pelas caixas, as correntes deixam uma série de resíduos sólidos, e estes recipientes são limpos periodicamente.


2. Engarrafamento


O processo de engarrafamento do GLP ocorre da seguinte forma:
O teste...
tracking img