Projeto de tcc vygotsky e o processo de alfabetização

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2864 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIG - UNIVERSIDADE IGUAÇU







Curso: Pós-Graduação em Psicopedagogia









Autor: Juliana Martins Rodrigues dos Santos

Turma 5







Disciplina: METODOLOGIA DA PESQUISA – PROJETO DE PESQUISA





Data da aula: 27/10/2012










Pólo - Sto André

2012












Autor: Juliana Martins Rodrigues dos SantosTrabalho realizado como requisito parcial para a conclusão do curso de pós-graduação em Psicopedagogia
disciplina: Metodologia da Pesquisa
por solicitação da Profª Aidil











CEDIC/POLO STO ANDRÉ


Sto André

2012



TEMA: VYGOTSKY E O PROCESSO DEALFABETIZAÇÃO
TÍTULO: as contribuições da teoria sócio-histórica no processo de aquisição da língua escrita


JUSTIFICATIVA:

O presente trabalho visa promover reflexão teórica dos estudos psicológicos do ensino-aprendizagem dos alunos em processo de aquisição e construção da língua escrita, baseando-se nas contribuições da teoria sócio-histórica, também conhecida como teoria sócio-cultural ousócio-interacionista, tendo como base principal as obras Vygotskyanas e os autores que nelas se fundamentam, propondo com isso contribuições e reflexões às várias áreas interessadas, mas principalmente à pedagogia e à prática docente.


OBJETIVOS:

• Apreender os fundamentos teóricos que orientam a alfabetização das séries iniciais do Ensino Fundamental, mais especificamente quanto à escrita, sob aperspectiva histórico-cultural de Vygotsky;
• Discutir as distorções, oriundas da má formação dos docentes em atividade, feitas às propostas construtivistas na área educação, através da reflexão sobre os métodos de alfabetização comumente empregados no cotidiano escolar das redes públicas de ensino e suas as consequências nocivas;
• Buscar na produção científica da área e em outras experiências,alternativas de práticas de alfabetização propiciadoras de melhores resultados de aprendizagem;
• Refletir sobre a teoria de Vygotsky e as mediações necessárias para enriquecer o potencial dos alunos em fase de alfabetização;
• Contextualizar sua teoria à nossa realidade atual, da era da informação.


FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Apesar de ter vivido até meados da década de 30 (1896-1934),Vygotsky teve sua obra conhecida no Ocidente em época bem posterior a isso. No Brasil, foi somente a partir dos anos 80 que suas teorias chegaram para somar forças às ideias construtivistas que por aqui ganhavam espaço.

“Por essa época a construtivismo passa a enriquecer as discussões pedagógicas que acentuam os aspectos antropológicos, epistemológicos e sociais, nem semprepresentes nas primeiras abordagens.” (ARANHA, 1996, p. 184)

Segundo Aranha (1996) os construtivistas buscavam superar a dualidade entre as correntes anteriores: a racionalista, provinda de Descartes, onde prevalecia o inatismo e defendia o sujeito como o pólo mais importante do processo de conhecimento, e no outro extremo, a empirista, iniciada com Bacon e Locke, que dava destaque ao objetoe afirmava o sujeito da aprendizagem como ser passivo, recebendo de fora, da experiência, os elementos para a “elaboração do conteúdo mental”.
“Os construtivistas buscavam superar essa dicotomia explicando o conhecimento como resultado de uma construção contínua, entremeada pela invenção e descoberta, e por isso nem é inato, nem apenas dado pelo objeto, mas antes se forma pelainteração entre ambos. Daí o construtivismo também ser visto como uma concepção interacionista. [...] O homem se faz pela interação social, pelas relações entre os homens e por sua ação sobre o mundo. Ou seja, o homem é um ser histórico-social, e por isso a maneira de apreender a realidade é um processo dinâmico que se expressa de formas diferentes no tempo”. (ARANHA, 1996, p. 184)

O...
tracking img