processo de cuida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2140 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
PROCESSO DO CUIDAR II
FACULDADE ANHANGUERA DO RIO GRANDE

PROF. ESP. SIBELE SCHAUN
sibele_schaun@aedu.com

é toda substância que,
introduzida no organismo, vai atender a uma
finalidade terapêutica.

substância capaz de alterar os
sistemas fisiológicos ou estados patológicos
com ou sem benefício ao organismo.

FINALIDADES DO MEDICAMENTO
• PREVENTIVA: quando evita o aparecimento dedoenças ou diminui a gravidade das mesmas.
Ex.: vacinas;
• PALIATIVA: quando alivia determinados sintomas de
uma doença, destacando-se entre eles a dor.
Ex.: analgésico;
• CURATIVA: quando remove o agente causal das
doenças.
Ex.: antibiótico;
• SUBSTITUTIVA: quando repõe outra substância
normalmente encontrada no organismo, mas que por
um desequilíbrio orgânico, está em quantidadeinsuficiente ou mesmo ausente.
Ex.: insulina.

CLASSIFICAÇÃO
NATURAL: produtos de origem animal e vegetal.

SINTÉTICO: substâncias preparadas
laboratórios por processos químicos.

em

TIPO DE AÇÃO
• LOCAL: agem no local de aplicação, sem passar pela

corrente sanguínea;
• GERAL OU SISTÊMICA: Quando o princípio ativo precisa
primeiro ser absorvido e circulam na corrente
sanguíneapara só depois chegar ao local de ação e seu
efeito atinge determinados órgãos, tecidos ou todo o
organismo;

FORMAS DE APRESENTAÇÃO

• LÍQUIDOS
• SÓLIDOS (comprimido, drágea, pílula, cápsula,
supositório)
• SEMI-SÓLIDOS
• GASOSOS

Medicamento Referência – É o medicamento cuja
eficácia, segurança, qualidade e biodisponibilidade
foram comprovadas cientificamente junto ao órgãofederal responsável na ocasião do registro, corresponde
ao nome dado pelo Fabricante.
Medicamento Genérico – Corresponde ao nome do
princípio ativo.

Medicamento Similar - É o que tem o mesmo princípio
ativo do medicamento de referência, a mesma
concentração,
via
de
administração,
forma
farmacêutica, posologia e indicação, mas não tem
bioequivalência comprovada. Em outras palavras, nãopode substituir o de referência porque, apesar de
garantido pelo Ministério da Saúde, não foi
comprovado se a quantidade e a velocidade com que é
absorvido pelo organismo são equivalentes ao
medicamento tradicional.

FARMACOCINÉTICA
É o processo pelo qual o medicamento é
transportado pelo organismo para que consiga chegar ao
local de ação, provocar a ação farmacológica e depois sereliminado.
ETAPAS:
Absorção
Distribuição
Biotransformação
Excreção

FARMACODINÂMICA
Estuda a ação e os efeitos
colaterais.
Estuda
a
dose
administrada, a quantidade de droga
que chega ao local de ação, o
mecanismo, a ação provocada e
variações individuais.

Podem ser classificadas em : AUTOLIMITADAS e CONTÍNUAS.

AUTO LIMITADAS: São prescrições em que a ordem tem
um limite.Exemplo: Dipirona 1cc IM agora
CONTÍNUAS: São prescrições de medicamentos de uso
contínuo, tempo prolongado e muitas vezes indeterminado,
relacionados as doenças crônicas.
Exemplo: Hidrocloratiazida 1 comp VO 12/12horas
Captropil 1 comp VO 1 x dia

A equipe de enfermagem ao preparar e
administrar o medicamento deve ser bastante
atenciosa quanto a prescrição médica que deve conter:
• Nomedo medicamento
• Dose Exata
• Vias de Administração e sua freqüência.

A administração de medicamentos é um dos
aspectos mais desafiadores e críticos da enfermagem.

Na prática clínica, a prescrição racional de
medicamentos deve considerar o emprego de dose
capaz de gerar efeito farmacológico (eficácia) com
mínimos efeitos tóxicos (segurança). Assim, surge a
necessidade de seconsiderarem características
fisiológicas do paciente (absorção, distribuição,
metabolismo e eliminação dos medicamentos) bem
como os parâmetros farmacocinéticos do fármaco.

“Administrar medicamentos é um processo
multidisciplinar e um multi-sistema iniciado no
momento da prescrição médica, continuado com a
provisão do medicamento pelo farmacêutico e
concluído, num primeiro
momento, com a sua...
tracking img