Processadores intel x amd, multiprocessadores e arquitetura paralela

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6663 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
9 PROCESSADORES INTEL X AMD, MULTIPROCESSADORES E ARQUITETURA PARALELA

10

11

12

13

14

15

16

17 Brasília, 14 de novembro de 2008

18 Faculdade de Tecnologia Paulo Freire

19

20

21

22 Autor: ...

23

24

25

26 Título: Processadores INTEL X AMD, multiprocessadores e arquitetura paralela

27

28

29

30 Trabalho de processadores,multiprocessadores e arquitetura paralela para a matéria de Arquitetura de computadores.

31

32

33

34 Orientado pelo professor Otacílio

35

36

37 Brasíllia, 14 de novembro de 2008

38

39

40 Sumário

41

|Histórico dos processadores AMD |4 |
|Histórico dos processadores INTEL|8 |
|Multiprocessadores |23 |
|Arquitetura Paralela |26 |
|Bibliografia|27 |

42

43

44

45

46

47

48

49

50

51 História dos Processadores da AMD

A AMD começou a produzir circuitos lógicos em 1969, em 1975 ingressou no mercado de circuitos integrados para memórias RAM. Nesse mesmo ano também foi introduzido no mercado ummicroprocessador clone do Intel 8080, usando de engenharia reversa para tal. A AMD também produzia outros tipos de circuitos integrados para uso em minicomputadores de arquiteturas variadas.
Houve várias tentativas de diversificar seus produtos, atingindo áreas da arquitetura RISC (com o processador AMD 29K), dispositivos de áudio e vídeo e memórias flash. Nem todos esses ramos de produtos atingirama rentabilidade esperada, portanto a AMD focou seus esforços nos mercados de processadores de arquitetura x86 e memórias flash, que eram respectivamente os mercados principal e secundário da Intel na época, colocando AMD e Intel em concorrência direta.
Em 2004 e 2005 a AMD foi pioneira ao lançar os primeiros processadores 64 bits e dual-core (núcleo duplo) do mercado.
Em 24 deJulho de 2006 a AMD compra a ATI Technologies, uma das maiores fabricantes mundiais de placas gráficas, num investimento calculado em 5,4 bilhões de dólares. Esta quantia inclui 4,2 bilhões de dólares americanos, incluindo 2 bilhões conseguidos através um empréstimo, além de 56 milhões de ações da AMD.

52 K5

A primeira tecnologia desenvolvida pela AMD foi o processador K5 (comK de Kryptonite) que foi lançado em 1995, concorrente direto do Pentium (Pentium 1 ou 586), lançado em 1993. A arquitetura do K5 era muito semelhante a do Cyrix 6x86 e Pentium Pro.

NexGen / K6

Em 1996 a AMD comprou a NexGen, empresa fundada por ex-engenheiros da Intel e que tinha direito de uso da tecnologia Nx da série x86 da Intel. A tecnologia adquirida por meio da NexGenpossibilitou o desenvolvimento dos processadores K6, agora com unidade de ponto flutuante integrada, item que não fazia parte da geração K5. O K6, que já apresentava instruções compatíveis com MMX. Em sua segunda versão, o K6-2, o processador recebeu novas instruções multimídia desenvolvidas pela AMD, chamadas de (3DNow!). O K6-2 (figura) também recebeu um novo padrão de soquete que aumentava de 66 para100MHz o clock externo possível ao processador.

Athlon (K7)

A maior inovação da geração Athlon (K7) é a unidade de ponto flutuante, junto com a microarquitetura geral. Eles também examinaram a arquitetura interna do Intel P6 e otimizaram o projeto da Intel aumentando a sua performance. No final, a equipe da AMD conseguiu um processador com performance 35% maior que o Intel de mesmo...
tracking img