Priscila

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (290 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ótimo livro! linguagem fácil, tranquila e bastante didática! o autor se utiliza de vários recursos para explicar a transição dos períodos e ai, podemos observar como a manifestaçãocultural de cada período é a representação exata da maneira como ser humano se encontra no mundo. O autor apresenta as ideias que permeavam a idade das trevas (idade media) e nos fazquestionar como era viver naqueles tempos, onde o tudo era controlado por um Deus inquestionável e pela Igreja..a ausência de uma subjetividade nos parece de difícil assimilação, mas bastante realdiante de um Deus onipresente e onipotente (capaz ate de ler nossos mais profundos e íntimos pensamentos!)...a transformação paulatina do pensamento do homem, culminando no Renascimento(representado pelo Iluminismo, em contraponto às antigas Trevas), foi tirando esse Deus Igreja do centro e colocando o homem como a medida de todas as coisas..Deus, não deixa de existir,mas passa a pairar sobre esse homem questionador e agora, tateando sua subjetividade. Loyola e Maquiavel, tentam ainda devolver a esse homem alguma referencia..mas Descartes, rompetotalmente, dando ao homem sua principal liberdade "penso, logo existo". Para o surgimento da psicologia, temos ai o primeiro passo (proposto pelo autor): o surgimento da subjetividade privada.Que logo, daria inicio a segunda condição: a crise dessa subjetividade. Em Sade, iremos encontrar uma subjetividade que é compreendida como não publica, que deve - por sua "inadequação"social - ficar somente no terreno privado (plano das fantasias/pensamentos). Nos positivistas iremos encontrar a impossibilidade da psicologia como ciência (de acordo com eles só seriaciência aquilo q eu pudesse observação com os sentidos). Mesmer aparece para mostrar que é possível a intervenção diante dessa subjetividade em crise..e ai, começa a historia da psicologia..
tracking img