Primeiras comunidades

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3197 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA DE TEOLOGIA
NOVA ANDRADINA

PRIMEIRAS COMUNIDADES

Professora: Blanca

Aluno: Cirilo Ramos Júnior

24 de Abril de 2010

PRIMEIRAS COMUNIDADES

De acordo com o livro dos Atos dos Apóstolos as comunidades mostravam-se assiduas ao ensinamento dos apóstolos, instruções para os neoconvertidos, nas quais as escrituras eramexplicadas à luz dos eventos cristãos, não mais como proclamação da boa nova a não cristãos, à comunhão fraterna, à fração do pão e às orações em comum, presididas pelos apóstolos
Apossava de todos o temor, pois numerosos eram os prodigios e sinais que se realizavam por meio dos apóstolos.
Foram cerca de três mil fiéis que se reuniram em torno de Pedro após o Pentecostes.De acordo com Atos 2:43-47, todos os fiéis usufruíam de seus bens em conjunto e haviam coletivizado a posse das coisas. Os relatos não deixam dúvidas de que os primeiros cristãos se encontravam nos templos judaicos, e é provável que se reunissem para comer.
Pode-se indagar até que ponto essa descrição das primeiras comunidades, realizada anos depois, não tenha sidodemasiado idealizada. As passagens de Atos, responsáveis por caracterizar os primeiros cristãos, influenciaram o surgimento de diversas irmandades religiosas na Idade Média, como os franciscanos.
Em Jerusalém, as comunidades se expandiram rapidamente. O termo "igreja", que queria dizer reunião, era frequentemente empregado pelos primeiros cristãos. No começo, parece que Pedro liderou asdecisões da igreja de Jerusalém.
As primeiras comunidades eram sustentadas e animadas por missionários ambulantes. Estes, diferentemente dos missionários judeus, não levavam nada: nem dinheiro nem sacolas. Na primeira casa em que eram recebidos, ali permaneciam vivendo a vida do povo do lugar. Muitas passagens do Evangelho se referem a a esses primeiros missionários (Mt 10.5; Mc6,8-9; Lc 10,2-9).
Atos dos Apóstolos nos fala da nomeação de uma comissão de sete, provavelmente os primeiros correspondentes dos posteriores presbíteros.
As primeiras comunidades cristãs eram comunidades da Palavra. Entre elas e através delas, “a Palavra de Deus crescia e se multiplicava” (At 12,24). Até mesmo as perseguições, em vez de desanimar, serviam para espalhar edivulgar a Palavra. Tendo que fugir das perseguições, eles se dispersavam e “iam de um lugar para outro, anunciando a Palavra” (At 8,4).
Os discípulos e discípulas de Jesus tinham certeza de que a Boa Notícia é capaz de responder aos anseios mais profundos das pessoas de qualquer cultura, raça e lugar. Onde era bem acolhida, a Palavra de Deus transformava, renovava, libertava. Oanúncio da Palavra de Deus significava a certeza de que Jesus, em sua morte e ressurreição, é o único e definitivo Salvador da humanidade.
Outra característica da Igreja dos primeiros tempos é o testemunho. Anúncio da Palavra e testemunho de vida são inseparáveis. Quem anuncia a Palavra deve pagar caro por isso: perseguições, prisões, calúnias, expulsões e até a própria morte. A fé emCristo é tão valiosa que é preferível perder a vida a fraquejar na obediência à Palavra.
A proclamação da Palavra era a catequese básica dos primeiros missionários e missionárias. Não se perdiam no anúncio de outras coisas que pudessem afastar ou encobrir a beleza do encontro com a Palavra da salvação.
Na segunda parte dos Atos, Lucas fala só de Paulo, não é porqueconsiderava Paulo o único missionário, mas porque, sendo seu companheiro, de certo modo via em Paulo o modelo de todos os missionários que souberam levar a Boa Nova pelo mundo afora.
Mas Paulo nunca teria feito o que fez se, a ajuda dos companheiros de viajem, sem as pessoas amigas, mulheres e homens, que o acolhiam em suas casas e contribuíam com alguma ajuda. As comunidades o...
tracking img