Ppi - custos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3696 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE SUMARÉ

ANÁLISE DE CUSTOS

Projeto Profissional Interdisciplinar apresentado como cumprimento do curso Tecnólogo em Gestão Financeira, da Faculdade Sumaré.

ORIENTADOR
Professor Especialista Ricardo Heitor Marianno

São Paulo – 2011

PAULA XAVIER BORGES – RA 1020011
RITA DE CASSIA CAMPAGNOLI – RA1020473
RONILDA FRANÇA DE BRITO SANTOS – RA 1020486
THAYLA ALVES DA SILVA – RA 0920137

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 4

CAPÍTULO 1 5
1- O QUE É CUSTO 5
Onde terminam os custos de produção 6
Atribuição de custos às atividades 6

CAPÍTULO 2 8
1- COMO É FORMADO O CUSTO DE UM PRODUTO 8
Objetos de Custo 8
Precisão das Atribuições 8
Rastreabilidade 8
2- CustosDiferentes para Propósitos Diferentes 9
Materiais Diretos 9
Mão-de-Obra Direta 9
Custos Indiretos de Fabricação 10
Custos Primários e de Conversão 10
Custo de Produção 11
Custo de Produtos Vendidos 11

CAPÍTULO 3 12
1- ONDE SE APLICA 12
Sistemas de Custos 13
Métodos de Custeios 14
Custo por Absorção 14
Custeio Variável ou Custeio Direto 15
CusteioABC 16

CONCLUSÃO 18

BIBLIOGRAFIA 19

INTRODUÇÃO

O objetivo desse trabalho é apresentar de forma sintética e prática os princípios sobre análise de custos, formação de custos, utilização de custos e seus conceitos.

A Contabilidade de Custos nasceu da Contabilidade Financeira, quando da necessidade de avaliar estoques na indústria, tarefa essa que era fácil naempresa típica da era do mercantilismo. Seus princípios derivam dessa finalidade primeira e, por isso, nem sempre conseguem atender completamente a suas outras duas mais recentes e provavelmente mais importantes tarefas: controle e decisão. Esses novos campos deram nova vida a essa área que, por sua vez, apesar de já ter criado técnicas e métodos específicos para tal missão, não conseguiu ainda explorartodo o seu potencial; não conseguiu, talvez, sequer mostrar a seus profissionais e usuários que possui três facetas distintas que precisam ser trabalhadas diferentemente, apesar de não serem incompatíveis entre si.

Segundo o Nosso Dicionário de Língua Portuguesa Custo significa: Despesas ou desembolsos feitos por uma pessoa ou firma para realizar determinada tarefa: cálculo de custos.O que um objeto custa; o que por ele se paga: o custo da produção.

E é exatamente isso, Custo é a soma de tudo o que se utilização na produção direta e indireta de um bem ou serviço, mas lembre-se: só o que envolve a produção e comercialização de um bem ou serviço será considerado o Custo da Produção desse bem ou serviço.

CAPÍTULO 1

O QUE É CUSTO

Custo é a somade tudo o que se utilização na produção direta e indireta de um bem ou serviço. O Custo é também um gasto, só que reconhecido como tal, isto é, como custo, no momento da utilização dos fatores de produção (bens e serviços), para a fabricação de um produto ou execução de um serviço.

Exemplos: a matéria-prima foi um gasto em sua aquisição que imediatamente se tornou investimento, e assimficou durante o tempo de sua Estocagem; no momento de sua utilização na fabricação de um bem, surge o Custo da matéria-prima como parte integrante do bem elaborado. Este, por sua vez, é de novo um investimento, já que fica ativado até sua venda.

Custo pode abranger matéria-prima, mão-de-obra, encargos-sociais (INSS, FGTS, Férias, 13° Salário), combustíveis, para máquinas de produção,aluguel, seguro do prédio da fabrica, tudo o que esta relacionado a produção.

Para calcular o preço final de um produto considera-se o custo, as despesas a margem de lucro.

Ex.: O material de limpeza para limpar o setor de Fabricação é Custo, mas para limpar a administração é Despesa.

Despesa está presente nos setores Administrativo, Financeiro, Comercial e Marketing....
tracking img