Positivismo, materialismo, humanismo, fenomenologia e existencialismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3603 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1- Positivismo

O Positivismo é um termo derivado do francês positivisme, por sua vez originado do termo positif em seu sentido filosófico, significando o que é “imposto na mente pela experiência”.
O positivismo atesta que o único conhecimento autêntico é aquele que permite uma verificação positiva, ou seja uma validação pautada pela experiência (o fenômeno) e a razão (a capacidade deraciocínio lógico).
Na psicologia, o positivismo foi influente no desenvolvimento do behaviorismo.
O positivismo é criado como um ciência social, mas é categorizado como uma filosofia da ciência. Seu propósito era fornecer uma luz para a humanidade, sendo que, para o positivismo, “a ciência é a única esperança da humanidade, ou melhor, a sua libertação.”

1.1 - Auguste Comte

O homem que fundou opositivismo, Isidore Auguste Marie François Xavier Comte, nasceu em 1798. É até hoje uma forte influência filosófica e também fundador da sociologia moderna. Eventualmente, suas teorias sociais culminaram na “religião da humanidade”.
Graças ao seu período como aluno e discípulo de Henri Saint-Simon, o jovem tem contato com a sociedade intelectual parisiense, que lhe estimula e contribui muito paraas idéias. Além disso, Comte teve uma amizade próxima com o filósofo John Stuart Mill.
Comte morreu em 1857 de câncer no estômago e sua casa, a Maison d’Auguste Comte, se tornou um museu em homenagem ao seu trabalho e a si mesmo.

1.2 - Lei dos Três Estados

De acordo com Comte, a sociedade, assim como cada ciência, se desenvolve em três estados conseqüentes.
O estado teológico, em que aexplicação para os fenômenos é de ordem religiosa, espiritual ou mística e cabe aos deuses e aos mitos seus motivos.
Comte divide este primeiro estado em mais três: o fetichista, o politeísta e o monoteísta.
O estado metafísico, em que a filosofia, ou seja a abstração, é utilizada para a explicação dos fenômenos. Qualquer fenômeno possui uma origem metafísica, inclusive direcionada para umaexplicação religiosa.
O estado positivo, por último, onde a experimentação, a observação e a comparação fornecem a compreensão dos fenômenos. Desnecessário dizer, mas este é o dito método científico.

1.3 - O positivismo no Brasil

Embora a influência do positivismo no Brasil tenha sido mais clara no período que se dá entre a década de 1870 até meados do século XX, até hoje sentimos sua repercussão.Foi fundamental sua importância em alguns momentos históricos de nosso país, como a Abolição da Escravatura e na Proclamação da República. Mais além, é um fator responsável pela laicização do Estado e das instituições públicas, assim como na realização da justiça e do progresso social. Até mesmo em nossa bandeira, que permanece a mesma desde 1889.

1.4 - O positivimos é criticado

Entretanto,sem sombra de dúvidas, são as religiões e teorias filosóficas metafísicas que mais batem de frente com o positivismo.
Na virada do século XX, sociólogos alemães propuseram formalmente o antipositivismo, que visava um método de pesquisa qualitativo em oposição ao quantitativo do positivismo: a pesquisa sociológica deveria se basear nas normas, valores e símbolos culturais, ou seja, numa posiçãodefinitivamente mais subjetiva, ao invés de simplificações hipotéticas de toda a complexidade que é o fenômeno social.
Ainda posteriormente, foi desenvolvida a posição ou instância metateórica pós-positivitsta, que critica e repara o positivismo. Para o pós-positivista, o conhecimento humano acumulado não é baseado em fundamentos sólidos e imutáveis, mas em conjecturas. Ou seja, ele acredita que arealidade existe, tal qual o positivista, porém, que ela só pode ser conhecida imperfeitamente.

2 - Materialismo

Para filosofia, o Materialismo se sustenta na idéia de que o que existe é a matéria como substância, e que todos os fenômenos ocorrem devido a interação de matérias diferentes.
Classificado como Ontologia Monista, visto que, trata da natureza do ser (no caso apenas a matéria...
tracking img