Portugal e estado novo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9777 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Disciplina: História Social Comtemporânea de Portugal
Docente:
Trabalho Elaborado por:



Índice

Introdução ----------------------------------------------------------------------------------------------- 4
Capítulo 1– Portugal: O Estado Novo---------------------------------------------------------------- 7
1.1 O triunfo das forças conservadoras ------------------------------------------------------------ 7
1.2 A progressiva adopção do modelo fascista italiano ----------------------------------------- 8

Capítulo 2 - A ideologia do Estado Novo ----------------------------------------------------------- 9
2.1 CONSERVADOR – a consagração da tradição e da ruralidade------------------------ 10
2.2 NACIONALISTA- a exaltação dos valores nacionais ----------------------------------- 10
2.3 CORPORATIVO – a concórdia na organização económica e social ------------------- 11
2.4 REPRESSIVO- a liberdade amordaçada ---------------------------------------------------- 12
2.5 Assente em estruturas de enquadramento das massas – a inculcação de valores------ 13

Capítulo 3 - Uma economia submetida aos imperativos políticos ------------------------------- 15
3.1 - A prioridade à estabilidade financeira ------------------------------------------------------ 15
3.2 - A importância da agricultura ----------------------------------------------------------------- 16
3.3 - O condicionamento industrial---------------------------------------------------------------- 17
3.4 - As grandes obras públicas -------------------------------------------------------------------- 17

Capitulo 4 - A Política colonial - Portugal, um país pequeno na Europa, mas grande no Mundo ---------------------------------------------------------------------------------------------------- 19

Capitulo 5 - O projecto cultural do regime---------------------------------------------------------- 20

Capitulo 6 - Imobilismo político e crescimento económico do pós-guerra a 1974 ------------ 21
6.1 - O imobilismo político 1945 --------------------------------------------------------------------- 21
6.2 - Crescimento económico ------------------------------------------------------------------------- 22
6.3 - Estagnação do mundo rural--------------------------------------------------------------------- 23
6.4 - A resistência dos proprietários à alteração da estrutura fundiária -------------------------- 25
6.5 - O êxodo rural e a falência do sector agrícola ------------------------------------------------- 26
6.6 - A emigração --------------------------------------------------------------------------------------- 26
6.7 - O surtoindustrial e urbano ---------------------------------------------------------------------- 27
6.8 - O fomento económico das colónias ------------------------------------------------------------ 28
6.9 - A radicalização das oposições e o sobressalto político de 1958 --------------------------- 30
6.10 - A questão colonial------------------------------------------------------------------------------ 34

Conclusão ------------------------------------------------------------------------------------------------ 44

INTRODUÇÃO

Neste trabalho de grupo, vamos desenvolver e através da matéria apreendida, o que foi o regime do ESTADO NOVO E O SALAZARISMO.
Em 28 de Maio de 1926, o General Gomes da Costa, á maneira fascista “marchou” de Braga até Lisboa, e tomou o poder, dando-se a Quedada 1ª República. Os motivos que originaram esta “Queda”foram os tumultos, greves, atentados, assaltos colectivos a armazens e lojas, o receio progressivo dos comunistas que se organizavam e a formação de grupos armados que com militares poderiam formar um Governo Forte.
A Ditadura Salazarista surge pela incapacidade da Primeira República em resolver a difícil situação da Sociedade Portuguesa,...
tracking img