Politicas educacionais e a qualidade de ensino

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1463 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de fevereiro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
1

UNIVERSIDADE PAULISTA-UNIP

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS-APS
"AS AVALIAÇÕES,AS POLÍTICAS EDUCACIONAIS E A QUALIDADE DE
ENSINO"

ADRIANA GERALDA DA SILVA RA:C17EHG-3
ANELI DA SILVA ARAUJO RA:C17BGD-2

SÃO PAULO-SP
2014

2

Sumário
Introdução ........................................................................ 3
Desenvolvimento............................................................. 4
Conclusão ........................................................................ 6
Referencias ...................................................................... 7
Siglas................................................................................. 8
Anexos ............................................................................. 9

3

IntroduçãoA presente pesquisa trata-se de entrevistas realizadas com profissionais do ensino
fundamental e médio na área da educação da rede de ensino público estadual,com
objetivo de tomar conhecimento sobre"as avaliações,as políticas educacionais e
qualidade do ensino".
Este

trabalho

foi

realizado

pedagogia,destacando

por

elementos

alunas
de

do

grande



semestreimportância

do

curso

educacionais

de
tais

como,aspectos sócios econômicos,métodos de avaliação e capacitação profissional.

4

Desenvolvimento

As pesquisas foram realizadas em uma escola pública de ensino

fundamental,

situada na periferia da zona norte de São Paulo que atende crianças e jovens de baixa
renda que tem como principal característica péssima condiçãosocial.
Os entrevistados serão representados no presente trabalho com a descrição de A e
B.
Segundo a bibliografia a sociedade brasileira tem acompanhado, nos últimos
anos,discursos que defendem aplicação de testes educacionais unificados
nacionalmente,com o objetivo de aferir o desempenho dos alunos nos diferentes
graus de ensino, para controlar a qualidade do ensino ministrado nas escolasbrasileiras.Entretanto, a determinação de critérios de avaliação revela a posição, as
crenças e a visão de mundo de quem a propõe.
Os exames nacionais em vigor enfatizam a medição do desempenho escolar por meio
de testes padronizados, o que os vincula a uma concepção objetivista de avaliação.A
educação escolar brasileira conta atualmente com avaliações nacionais nos três
graus

de

ensino:OSaeb,no

ensino

fundamental,o Enem, no ensino médio, e o provão no ensino superior.
A

escola

entrevistada

participa

das

avaliações

nacionais

proposta

pelo

governo:Saresp , Pisa e Prova Brasil.
Segundo os entrevistados (A e B) esses sistemas de avaliações é muito útil pois
permite um diagnóstico do aprendizado dos alunos, assim como, as disciplina que
estãotendo mais dificuldade e o alcance da didática que esta sendo utilizada pelos
professores, porém,não avalia como este aluno chegou em determinada série, ou
seja generaliza e forma um padrão sem atentar para as características específicas
individuais e cada aluno,o que do seu ponto de vista compromete a eficácia de tal
método de avaliação.
Segundo José Carlos Libâneo na obra educação escolar:Políticas, estrutura e
organização o autor diz:

5
"As instituições sociais existem para realizar objetivos.´´

Os objetivos da instituição escolar contemplam a aprendizagem escolar,a formação
da cidadania e a de valores e atitudes. O sistema de organização e de gestão é o
conjunto de ações, recursos, meios e procedimento que propiciam as condições
para alcançar esses objetivos."
Aspolíticas e organização da educação tem em suas práticas experiências
meramente administrativas, que não acompanham as necessidades, e as carências
da educação, se por um lado existe um investimento no espaço físico e no material
didático, por outro lado, falta políticas voltadas a suprir e preencher as lacunas.

6

Conclusão
Não há como falar sobre políticas educacionais, qualidade de ensino...
tracking img