Politica dos governadores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (274 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A chamada política dos governadores foi, em linhas gerais, um acordo - firmado no governo do presidente Campos Salles - por meio do qual a presidência da República e asoligarquias estaduais se comprometiam a manter uma relação de apoio mútuo.
muitas vezes, a política dos governadores é erroneamente confundida com a política docafé-com-leite. Mas, na verdade, a segunda é um desdobramento da primeira. Para compreender melhor o que foi a política dos governadores é preciso entender a organizaçãopolítico-econômica do Brasil no final do século 19.

Foi naquele período que o país passou da Monarquia à República, adotando um sistema de governo presidencialista e organizando-sesob a forma de federação.
Isso significa que, diferente do modelo anterior, em que as províncias - como se chamavam os estados, na época - tinham pouca ou nenhumaautonomia, submetendo-se ao centralismo da Corte, na fase pós-1889 o poder, de certa forma, foi dividido entre as forças regionais.

As províncias, por exemplo, passaram a terconstituições próprias, limitadas pela Constituição federal, e a poder contrair empréstimos no exterior, além de terem a possibilidade de instituir impostos estaduais. Deoutro lado, o problema que se apresentava era como equacionar os interesses das diversas forças políticas locais com os interesses do poder central.

Na economia, oBrasil seguia firme como um dos principais produtores de café do mundo. Essa posição tinha sido alcançada ao longo da segunda metade do século 19, quando o café se tornounosso principal produto de exportação. Por volta de 1890, o Brasil supria dois terços do mercado mundial de café, que respondia por cerca de 65% das exportações do país.
tracking img