Poema

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1049 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
“NOSSO AMOR”

E a emoção do nosso amor
Não dá pra ser contida
A força desse amor
Não dá pra ser medida
Amar como eu te amo
Só uma vez na vida
Nao quero mais amar a ninguem
Nao fui feliz, o destino nao quis
O meu primeiro amor
Morreu como a flor, ainda em botao
Deixando espinhos que dilaceram meu coracao
Duvida da luz dos astros,
De que o sol tenha calor,
Duvida até da verdade,
Mas confia emmeu amor.
Amor
Quando duas pessoas fazem amor
Não estão apenas fazendo amor
Estão dando corda ao relógio do mundo
Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...
Nunca fui como todos
Nunca tive muitos amigos
Nunca fui favorita
Nunca fui o que meus pais queriam
Nunca tive alguém que amasse
Mastive somente a mim
A minha absoluta verdade
Meu verdadeiro pensamento
O meu conforto nas horas de sofrimento
não vivo sozinha porque gosto
e sim porque aprendi a ser só...
...Saudade é amar um passado que ainda não passou,
É recusar um presente que nos machuca,
É não ver o futuro que nos convida...
A timidez é uma condição alheia ao coração, uma categoria, uma dimensão que desemboca na solidão.* Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

* tempo é muito lento para os que esperam
Muito rápido para os que tem medo
Muito longo para os que lamentam
Muito curto para os que festejam
Mas, para os que amam, o tempo é eterno.

DO AMOROSO ESQUECIMENTO
Eu, agora - que desfecho!
Jánem penso mais em ti...
Mas será que nunca deixo
De lembrar que te esqueci?
Mario Quintana
* Adicionar à minha coleção
* Na coleção de 2120
* Mais Informação
*
DAS UTOPIAS
Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!
Mario Quintana
* Adicionar à minha coleção
* Na coleção de 1895* Mais Informação
*
DA FELICIDADE
Quantas vezes a gente, em busca da ventura,
Procede tal e qual o avozinho infeliz:
Em vão, por toda parte, os óculos procura
Tendo-os na ponta do nariz!
Mario Quintana
* Adicionar à minha coleção
* Na coleção de 1464
* Mais Informação
*
DA DISCRIÇÃO
Não te abras com teu amigo
Que ele um outro amigo tem.
E o amigo do teu amigo
Possui amigostambém...
Mario Quintana
* Adicionar à minha coleção
* Na coleção de 1273
* Mais Informação
*
DA OBSERVAÇÃO
Não te irrites, por mais que te fizerem...
Estuda, a frio, o coração alheio.
Farás, assim, do mal que eles te querem,
Teu mais amável e sutil recreio...
Mario Quintana
* Adicionar à minha coleção
* Na coleção de 1151
* Mais Informação
*
O poeta é um fingidor.
Fingetão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.
Fernando Pessoa
* Adicionar à minha coleção
* Na coleção de 1131
* Mais Informação
*
POEMINHA DO CONTRA
Todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho!
Mario Quintana
* Adicionar à minha coleção
* Na coleção de 974
* Mais Informação
*
Amor
Quando duas pessoas fazemamor
Não estão apenas fazendo amor
Estão dando corda ao relógio do mundo
Mario Quintana
* Adicionar à minha coleção
* Na coleção de 610
* Mais Informação
*
DOS MILAGRES
O milagre não é dar vida ao corpo extinto,
Ou luz ao cego, ou eloqüência ao mudo...
Nem mudar água pura em vinho tinto...
Milagre é acreditarem nisso tudo!
Mario Quintana
* Adicionar à minha coleção
* Nacoleção de 482
* Mais Informação
*
No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas
que o vento não conseguiu levar:
um estribilho antigo
um carinho no momento preciso
o folhear de um livro de poemas
o cheiro que tinha um dia o próprio vento...
Mario Quintana
* Adicionar à minha coleção
* Na coleção de 442
* Mais Informação
*
Quando eu for, um dia desses,
Poeira ou...
tracking img