Pluralismo religioso e o estado da questão teologia latino americana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1828 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
São Bernardo do Campo — setembro de 2011
Dados bibliográficos
NAÑES, Rick. Pentecostal de coração e mente; Um chamado ao dom divino do intelecto. São Paulo: Vida, 2007. Resenha do cap. XVIIII- Desafios e Advertências.


O autor descreve sua admiração após ter achado perdido em um amontoado de livros um comentário de John Cotton pastor da igreja Congregacional de 1657 sobre a primeiraepistola de João, a partir deste achado o autor provoca uma reflexão sobre o uso da razão, ou seja, o uso da mente como ferramenta capaz a compreender os mistérios da fé e chama a nossa atenção para o fato de ela estar sendo desprezada pelas lideranças atuais e os prejuízos advindos desta ação.




este livro continha anotações sobre peregrinos e estrangeiros e também comentários depassagens das escrituras e sentimentos dele e de outros proprietários do mesmo livro sobre o futuro, anotações estas que cobriam aproximadamente 200anos de história.I - Canto fúnebre – “Ouvi esta palavra” v.1-2

O profeta Amós inicia sua fala no capitulo cinco com um lamento de profunda tristeza, um canto fúnebre, esta era uma tradição em Israel onde as carpideiras entoavam cânticos fúnebres[1] iguaisaos que aparecem no verso dois.
Esta lamentação é um exemplo da poesia hebraica, como nos salmos e provérbios. Sobre isso comenta Jalmar Bowden;
“Periodicamente, com diferentes palavras, as mesmas idéias na mesma forma... Num verso composto de duas linhas, a segunda volta a primeira, ou reitera a mesma idéia, variando as palavras ou dá uma idéia antitética – oparalelismo dos membros – o sinônimo, o sintético e o antiético”[2]
A palavra hebraica, hl'p.n, , caiu pode indicar uma morte violenta, especialmente a morte na batalha (II Sam. 1.10; Sal. 10.10; Prov. 11.28),[3] ela revela o fim trágico da nação para a qual parece não existir mais salvação.
Esta poesia é apresentada pelo profeta como uma tentativa de chamar à atenção do povo a triste condição emque ele se encontrava, utiliza-se a forma do verbo cair parece enfatizar o evento já acontecido no plano de Deus, e também do ponto de vista do profeta.
Utilizando-se da figura de uma virgem, pois, a morte de uma virgem era considerada uma tragédia em Israel, procura apresentar a trágica situação da nação condenada sem possibilidade de ajuda.
Israel não consegue atingir o fim para aqual foi constituída como nação, apesar desta afirmação tão contundente, o profeta parece mostra que, para aqueles que se arrependerem pode haver alguma esperança.






I a – Inutilidade do exército v. 3

A sentença aqui parece recair sobre o exercito na sua fala o profeta coloca como inútil qualquer tentativa de defesa, pois, um exercito que sofre baixas tão graves não tem como sesustentar diante de seus agressores.
Segundo Crabtree no tempo do profeta Amós, os soldados foram chamados segundo as aldeias e cidades, mas no tempo de Salomão foram inscritos segundo as tribos e famílias.
Amós parece constatar que não importa qual seja o grupo que sairá em defesa do reino, um destino comum se abaterá sobre todos os grupos de defensores, grandes ou pequenos, não existeesperança para a nação infiel.



II – Exortação e Denuncias v. 4


É visível o esforço do profeta no sentido de chamar a atenção do povo ao arrependimento, mesmo sabendo que o destino da nação já esta determinado, Amós procura despertar a nação para as injustiças que eram cometidas.


Pode-se perceber a convicção do profeta de que esta mensagem trata-se de um anúncio do próprio Deus,...
tracking img