Plantas medicinais e assistencia farmaceutica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1203 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de fevereiro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Assistência Farmacêutica na Prevenção do Risco do Uso de Plantas Medicinais em Pacientes com Diabetes Mellitus.
XI Salão de Iniciação Científica PUCRS

Giovana dos Santos Rodrigues¹, Fernanda J. Meireles¹, Flávia N. S. Fachel¹, Fernando C. Torres², Marlise Araújo dos Santos¹ (Orientador).
1

Faculdade de Farmácia – PUCRS, 2Laboratório de Operações Unitárias – FENG/PUCRS.

Introdução Osvegetais são empregados na cura de doenças desde os primórdios da humanidade (VOLPATO et al., 2002). Ainda hoje, o uso de plantas medicinais, através de chás ou medicamentos fitoterápicos, é uma prática comum em grande parte da população. Usualmente, as plantas são utilizadas como tratamento único ou complementar em diversas patologias, entre elas, a diabetes. A Diabetes Mellitus é uma doençaancestral, conhecida há mais de 2500 anos, e que afeta aproximadamente 50 milhões de pessoas em todo mundo (ALONSO, 2008). É um distúrbio crônico, que afeta o metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas (NEGRI, 2005). Trata-se de um transtorno metabólico caracterizado pela presença de altas concentrações de glicose no sangue, associadas a um deficiente funcionamento do pâncreas endócrino e/ou auma redução no ritmo de utilização da glicose em nível periférico (ALONSO, 2008; NEGRI, 2005). Quando não tratada corretamente é altamente prejudicial, sendo a principal causa de cegueira, retinopatia, nefropatia, neuropatia, amputação dos membros inferiores, distúrbios cardiovasculares, hipertensão e infarto (CARVALHO et al., 2005). Há vários tipos de manifestações, sendo as mais comuns o tipo 1, otipo 2, e o diabetes gestacional. No tipo 1, é necessário que o paciente utilize a insulina para regularizar suas taxas metabólicas, enquanto no tipo 2, a maioria dos pacientes utiliza os antidiabéticos orais (CARVALHO et al., 2005). A terapia medicamentosa para Diabetes Mellitus exige o uso contínuo de hipoglicemiantes, os quais são inclusive distribuídos gratuitamente pelo governo. Com aimplantação dos fitoterápicos no Sistema Único de Saúde (SUS), há uma estimativa de aumento da utilização de plantas medicinais com esta finalidade. Consequentemente, o número de interações medicamentosas entre estas plantas e os medicamentos

hipoglicemiantes sintéticos tende a aumentar, o que exige o monitoramento dos usuários junto

XI Salão de Iniciação Científica – PUCRS, 09 a 12 de agosto de2010

432

as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e farmácias públicas e privadas. Portanto, é de extrema importância o conhecimento pelo profissional farmacêutico das interações entre medicamentos, principalmente os de uso contínuo, e plantas medicinais, já que, muitas destas são utilizadas na forma de chás ou como condimentos na dieta alimentar. Neste sentido, o presente trabalho teve comoobjetivo realizar uma busca de interações entre medicamentos hipoglicemiantes sintéticos e plantas medicinais usadas na forma de chás, fitoterápicos ou condimentos para este fim; visando contribuir com a assistência farmacêutica ao paciente diabético, visto que, medicamentos hipoglicemiantes, sejam eles sintéticos ou não, quando utilizados de forma incorreta, podem ter seus efeitos reduzidos oupotencializados, podendo resultar em quadro hiper ou hipoglicêmico. Metodologia Foi realizada uma busca na literatura impressa e em bancos de dados (Scielo, Science direct, Pub Med) de artigos e textos a respeito de plantas medicinais com comprovado potencial de realizar interações medicamentosas com os hipoglicemiantes disponíveis no mercado, bem como os mecanismos envolvidos entre essas moléculas.Resultados e Discussão Atualmente, diversas plantas são utilizadas pela população na tentativa de controlar os níveis glicêmicos; entretanto, não há a precaução necessária para quem faz uso de antidiabéticos orais ou injetáveis. Muitas destas plantas já têm a devida comprovação científica, dentre as mais utilizadas encontram-se: Allium cepa L. (cebola) e Allium sativum L. (alho), que aumentam a...
tracking img