Plano de negocios sobre pneus inversiveis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2302 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
NEGÓCIO:
O objetivo comum deste serviço é o recolhimento dos pneus inservíveis
gerados no município de Francisco Morato e regiões , visando um grande ganho ambiental com a eliminação dos pontos de despejos irregulares, localizados na cidade e consequentemente diminuição da poluição visual e principalmente do solo,proporcionando melhoria da saúde pública pela diminuição dos macro e microsvetores causadores de doenças.
A legislação que rege sobre a disposição final de pneus inservíveis é a Resolução CONAMA 416 de setembro de 2009.
Os pneus descartados podem ser reciclados ou reutilizados para diversos fins. Neste caso, são apresentadas, a seguir, várias opções:
Na engenharia civil:
O uso de carcaças de pneus na engenharia civil envolve diversas soluções criativas, em aplicaçõesbastante diversificadas, tais como, barreira em acostamentos de estradas, elemento de construção em parques e playgrounds, quebra-mar, obstáculos para trânsito e, até mesmo, recifes artificiais para criação de peixes:
Na regeneração da borracha
O processo de regeneração de borracha envolve a separação da borracha vulcanizada dos demais componentes e sua digestão com vapor e produtos químicos,tais como, álcalis, mercaptanas e óleos minerais. O produto desta digestão é refinado em moinhos até a obtenção de uma manta uniforme, ou extrudado para obtenção de material granulado.
A moagem do pneu em partículas finas permite o uso direto do resíduo de borracha em aplicações similares às da borracha regenerada.
Na geração de energia
O poder calorífico de raspas de pneu eqüivale ao do óleocombustível, ficando em torno de 40 Mej/kg. O poder calorífico da madeira é por volta de 14 Mej/kg.
Os pneus podem ser queimados em fornos já projetados para otimiza a queima. Em fábricas de cimento, sua queima já é uma realidade em outros países. A Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) informa que cerca de 100 milhões de carcaças de pneus são queimadas anualmente nos Estados Unidoscom esta finalidade, e que o Brasil já está experimentando a mesma solução.
No asfalto modificado com borracha
O processo envolve a incorporação da borracha em pedaços ou em pó. Apesar do maior custo, a adição de pneus no pavimento pode até dobrar a vida útil da estrada, porque a borracha confere ao pavimento maiores propriedades de elasticidade ante mudanças de temperatura. O uso da borrachatambém reduz o ruído causado pelo contato dos veículos com a estrada. Por causa destes benefícios, e também para reduzir o armazenamento de pneus velhos, o governo
americano requer que 5% do material usado para pavimentar estradas federais seja de borracha moída.
A trituração de pneus para uso na regeneração da borracha, mediante a adição de óleos aromáticos e produtos químicos desvulcanizantesconsiste num dos principais mercados para a reciclagem desse material. Com a pasta resultante desse processo, as indústrias produzem tapetes de automóveis, solados de sapatos, pisos industriais e borrachas de vedação.
Além disso, o pó gerado na recauchutagem e os restos de pneus moídos podem ser aplicados na composição de asfalto de maior elasticidade e durabilidade, além de atuarem comoelemento aerador de solos compactos.
Os pneus inteiros são reutilizados em para-choques, drenagem de gases em aterros sanitários, contenção de encostas e como estrutura em recifes artificiais no mar, visando o aumento da produção pesqueira.

PROCESSO:
O processo segue os seguintes passos:
- 1. CORTE/TRITURAÇÃO. O pneu velho é cortado em lascas e transformado em pó de borracha, purificado por umsistema de peneiras. O pó é moído até atingir a granulação desejada e, em seguida, passa por um tratamento químico para possibilitar a desvulcanização da borracha;
- 2. DESVULCANILIZAÇÃO. Em autoclaves giratórios, o material recebe calor, oxigênio e forte pressão, que provocam o rompimento de sua cadeia molecular. Assim, a borracha é passível de novas formulações, geralmente são usados como...
tracking img